Publicidade

Estado de Minas ANIVERSÁRIO

No dia de seu aniversário, Bolsonaro promove ações do governo contra COVID

Bolsonaro, que faz 66 anos neste domingo, exibiu uma imagem com as embalagens das vacinas fabricadas pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan


21/03/2021 11:22 - atualizado 21/03/2021 20:02

(foto: Isac Nobrega/PR)
(foto: Isac Nobrega/PR)
O presidente Jair Bolsonaro, que completa 66 anos neste domingo (21/03), começou o dia fazendo um balanço recente de sua gestão, com ênfase em iniciativas de combate à COVID-19. Bolsonaro exibiu uma imagem com as embalagens das vacinas fabricadas pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan, na qual informa que o Ministério da Saúde distribuiu mais de 5 milhões de doses de vacina neste final de semana.

"O Ministério da Saúde já coordenou nove pautas de distribuição de vacinas COVID-19, desde 18 de janeiro. Já foram distribuídas mais de 25 milhões de doses para todo o Brasil. Mais de 13 milhões de doses foram aplicadas", afirma um dos tuítes do presidente.

Ainda entre as ações destacadas estão a chegada de um avião em Porto Velho (RO) na última sexta-feira (19/03), trazendo um contêiner com oxigênio líquido para ser utilizado no atendimento a pacientes vítimas da doença, além da entrega de 20 respiradores em Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

Nos tuítes deste domingo, o presidente apontou ainda ações de profissionais de saúde indígena na selva amazônica e destacou o incremento de 84 leitos no complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará.

Com recente indicação de queda de popularidade e menor engajamento nas redes sociais, os comentários nos posts de Bolsonaro ainda eram majoritariamente de apoio, mas dividiam espaço significativo com críticos do governo.

Entre os entusiastas do governo, eram frequentes as menções aos chamados tratamentos precoces, que não têm eficácia comprovada, além de ataques a governadores e prefeitos por adotarem medidas de restrição de circulação de pessoas. Entre os críticos, a maioria dos tuítes responsabilizava o presidente pelas quase 300 mil mortes pelo novo coronavírus.

Reportagem publicada neste domingo pelo Estadão mostra que a percepção de que o governo brasileiro é incapaz de conter avanço da COVID espalha medo em países vizinhos. A nova cepa brasileira já foi identificada além da fronteira e é motivo de preocupação entre autoridades da região. Peru e Colômbia proibiram voos do Brasil. O Uruguai mandou mais doses de vacinas para a fronteira com o Rio Grande do Sul. Quem vai do Brasil para o Chile precisa ficar em quarentena. Os argentinos impuseram restrições à entrada de brasileiros e a Venezuela tem medo da nova variante surgida no País.

No tuítes de hoje, Bolsonaro também exaltou ações do BNDES no ano passado. "Em 2020, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social apoiou mais de 460 mil clientes, que empregam mais de 10 milhões de pessoas, e ofereceu, pela primeira vez na história, mais recursos para pequenas e médias empresas do que às grandes", afirmou.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
  • Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade