Publicidade

Estado de Minas CAMPANHA?

Após encontro com Moro, Luciano Huck almoça com Maia: 'Minha turma'

O apresentador faz articulações para as eleições presidenciais de 2022


09/11/2020 17:49 - atualizado 09/11/2020 18:14

Luciano Huck: 'Este é o momento para conversar'(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Luciano Huck: 'Este é o momento para conversar' (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O apresentador Luciano Huck, cotado para ser candidato nas eleições presidenciais de 2022, almoçou na tarde desta segunda-feira (9) com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM). O encontro acontece um dia depois de Huck se encontrar com o ex-ministro da Justiça e Segurança Publica Sérgio Moro, para discutir uma colaboração em uma futura chapa.

Segundo a coluna do jornalista Lauro Jardim , do jornal O Globo, um interlocutor afirmou que Huck disse que a “turma dele” era “essa aqui”, fazendo referência a Maia.

Ainda segundo a reportagem, Huck disse que conversou com Moro, e os governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). “Este é o momento para conversar”, disse o apresentador aos presentes.

Nos bastidores do governo, o encontro de Moro com Luciano Huck teve grande repercussão.

Mais cedo, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, chegou a chamar Moro de traidor. “Não basta trair no governo, trair na saída, tem que continuar flertando com a traição. É um triplo mortal carpado.”

Huck é crítico frequente do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Diversas vezes, ele usou as redes para fazer críticas ao governo. Durante a pandemia, Luciano afirmou que o governo bolsonarista "sonega informações aos cidadãos e comete crime". Ele também chamou Bolsonaro de incompetente e autoritário. 
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade