Publicidade

Estado de Minas INDIRETA NO TWITTER

Ministro manda indireta para Moro: 'Não basta trair no governo tem que continuar flertando com a traição'

Titular da pasta das Comunicações, Fábio Faria fez o comentário após o encontro do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro com o apresentador Luciano Huck


09/11/2020 16:52 - atualizado 09/11/2020 17:12

Fábio Faria e Sérgio Moro(foto: Agência Brasil/Reprodução)
Fábio Faria e Sérgio Moro (foto: Agência Brasil/Reprodução)
O ministro das Comunicações do governo Jair Bolsonaro (sem partido), Fábio Faria, mandou uma indireta nesta segunda-feira (9) para o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro. O post feito no Twitter vem após Moro dizer que procura dialogar com nomes que buscam uma alternativa entre o cenário de polarização entre direita e esquerda no Brasil.
 
 
 

Após se encontrar com o apresentador Luciano Huck, cotado para candidato a presidente em 2022, Moro disse em entrevista ao jornal o Globo que ficaria “desapontado" caso o país chegasse em 2022 e tivesse apenas cenários polarizados como aconteceu nas últimas eleições em 2018. 

“O brasileiro tem um perfil mais moderado e essa moderação favorece comportamentos de tolerância, que é o que nós precisamos, e o fim desse ciclo de ódio, que envolve principalmente as figuras do presidente Bolsonaro e igualmente do PT, especialmente o ex-presidente Lula”, afirmou o ex-ministro.

O encontro de Moro com Luciano gerou bastante repercussão nos bastidores do governo. Isso porque o apresentador é crítico assíduo do atual presidente.

Diversas vezes, ele usou as redes para fazer críticas ao governo. Durante a pandemia, Luciano já afirmou que o governo bolsonarista "sonega informações aos cidadãos e comete crime". Ele também chamou Bolsonaro de incompetente e autoritário. 
 
*Estagiária sob supervisão da editora-assistente Vera Schmitz
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade