Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Eleições: Assembleia de Minas e TRE firmam acordo de incentivo ao voto

Campanha de incentivo ao voto alerta para alta taxa de abstenção em eleições passadas


15/10/2020 13:57 - atualizado 15/10/2020 14:30

Agostinho Patrus e Alexandre Carvalho durante assinatura na ALMG(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D. A. Press)
Agostinho Patrus e Alexandre Carvalho durante assinatura na ALMG (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D. A. Press)
A Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) assinaram, na tarde desta quinta-feira, um termo de cooperação para realização de campanhas estaduais de incentivo ao voto nas eleições municipais deste ano. Estiveram presentes na solenidade, sediada no próprio Legislativo, em Belo Horizonte, o presidente da Casa, o deputado estadual Agostinho Patrus (PV), e o presidente do órgão, o desembargador Alexandre Carvalho.

O objetivo das campanhas será estimular os eleitores a participar das eleições municipais, mesmo em tempos de pandemia do novo coronavírus, e destacar a importância do voto. Agostinho Patrus abordou a taxa de abstenção de eleições passadas para falar sobre a importância do acordo firmado.

“Aqueles que se abstém, ou aqueles que não votam, ou votam em branco, contribuem para que o processo seja menos representativo. Abrir mão de votar é esquivar-se da responsabilidade individual de ser representado e da responsabilidade coletiva acerca da construção de políticas públicas. Me preocupa muito os números dos últimos anos, em 2018 foi registrada a maior abstenção, em torno de 20,3%, maior percentual nos últimos 22 anos. Esta porcentagem significa que quase 30 milhões de eleitores não compareceram. Portanto, este também é um dos motivos dessa iniciativa”, disse Agostinho.

Para as eleições municipais deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com auxílio de especialistas da Fundação Oswaldo Cruz e hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês, elaborou um plano para maior proteção do cidadão por causa da pandemia. Segundo colégio eleitoral do Brasil – atrás apenas de São Paulo –, com quase 16 milhões de eleitores, Minas Gerais, por exemplo, receberá mais de um milhão de máscaras de proteção e 450 mil frascos de álcool em gel, além de outros itens.

Presidente do TRE-MG, Alexandre celebrou o acordo com a ALMG. “Tenho certeza que as ações a serem realizadas por essa respeitada e nobre Casa Legislativa nos ajudarão imensamente a reforça a importância do voto e tranquilizar os eleitores mineiros quanto Às medidas de segurança que estão sendo adotadas. O TSE, o TRE-MG e cada uma das 304 zonas eleitorais do estado estão se desdobrando para garantir a saúde de todos, mas a colaboração de cada um é muito importante para termos umas eleições tranquilas e seguras”.

Agostinho Patrus salientou também a importância do acordo, já que, segundo ele, o TRE-MG tem o maior desafio do país. “A parceria de muita alegria para nós, pois sabemos que o TRE-MG tem o maior desafio dentre todos os TREs do Brasil. Afinal de contas, Minas Gerais tem o maior número de municípios. É um estado de tamanho da Espanha, da França, maior que muitos outros países do mundo. Fazer uma eleição em um único dia, em um estado desse tamanho, com grande número de municípios e mais de 16 milhões de mineiros é um imenso desafio”.

Segurança própria e com o próximo


Presidente do TRE-MG, Alexandre Carvalho reforçou as dicas quanto à prevenção durante a votação. As medidas seguem as convencionais para a maioria dos estabelecimentos fechados do estado.

“O uso de máscara será obrigatório nos locais de votação, decidiu o TSE  e a Justiça Eleitoral cumprirá à risca. Pedimos que os eleitores já saiam de casa protegidos, utilizando as máscaras. Se possível, que cada um vá votar sozinho. Leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação, e permaneça no local de votação somente o tempo necessário para votar. Pedimos que os eleitores respeitem o distanciamento social, o fluxo de votação e as orientações que estarão nas sessões, para minimizar o risco de contaminação”, explicou.

Neste ano, não haverá identificação biométrica dos eleitores. O primeiro turno das eleições municipais deste ano será realizado em 15 de novembro. O segundo, caso necessário, ocorrerá no dia 29 do mesmo mês.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade