Publicidade

Estado de Minas Política

Malafaia vê 'falta de habilidade política' de Bolsonaro ao lidar com Moro

Pastor disse ser aliado de Bolsonaro, mas que não é alienado


24/04/2020 14:46 - atualizado 24/04/2020 15:13

(foto: Mauro Pimentel/AFP)
(foto: Mauro Pimentel/AFP)
O pastor Silas Malafaia comentou o pedido de demissão do ministro da Justiça, Sergio Moro, e afirmou, por meio das redes sociais, nesta sexta-feira (24/4), que "faltou habilidade política" ao presidente Jair Bolsonaro para lidar com a situação.

Malafaia disse ser aliado de Bolsonaro, mas que não é alienado. "Inacreditável! Sou aliado do presidente, NÃO ALIENADO! O maior absurdo e falta de habilidade política nessa hora. Sei que é atribuição do presidente nomear diretor da PF. Só que ele deu a Moro carta branca. Inadmissível", escreveu o pastor.
 
 
 
Na coletiva em que anunciou a demissão, Moro afirmou que o presidente da República exonerou, nesta sexta-feira (24/4), o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, sem aviso e concordância dele e negou que tenha assinado a exoneração, como consta do Diário Oficial da União.

Ao anunciar a saída, Moro acusou Bolsonaro de querer interferir politicamente na Polícia Federal, o que ele afirmou que não poderia aceitar. "O presidente também me informou que tinha preocupação com inquéritos em curso no STF e que a troca seria oportuna na Polícia Federal por esse motivo", disse.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) também se manifestou pelas redes sociais e lamentou a saída do ministro. “Sinto muito pela saída de @SF_Moro do Governo. Não só por ser meu padrinho de casamento, mas principalmente pela sua conduta exemplar de cidadão, juiz e ministro. Sempre terá minha profunda admiração, bem como a gratidão de todos os brasileiros de bem. Obrigada, Moro!”, concluiu. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade