Publicidade

Estado de Minas

Kalil, logo após pronunciamento de Bolsonaro: "Vamos ficar em casa! Pelo amor de Deus"

Prefeito de BH se manifestou instantes depois que o presidente voltou a chamar a COVID-19 de "gripezinha"


postado em 24/03/2020 20:59 / atualizado em 24/03/2020 21:15

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)

 

Na contramão do indicado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), o prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) foi às redes sociais na noite desta terça-feira (24) para pedir, mais uma vez, que a população continue em casa de quarentena para evitar a proliferação do novo coronavírus.

 

“Vamos ficar em casa! Ficar em casa!!!!!!!”, escreveu o prefeito em sua conta no Twitter logo que o presidente terminou seu discurso na televisão.

 

Nele, Bolsonaro voltou a chamar a COVID-19 de “gripezinha”, criticou o que chamou de “histeria” e fez um apelo para as pessoas voltarem “à normalidade”, condenando, até mesmo, o fechamento das escolas.

 

 

 

“Pelo amor de Deus. Ficar em casa.”, completou Kalil em nova postagem dois minutos depois.

 

Durante o dia, Kalil usou seu Twitter para mandar outras duas mensagens à população. Na primeira delas, elogiou o comportamento da população diante da pandemia da doença.

 

 

 

“Parabéns. A população está entendendo: todo mundo em casa. Nós, o povo, vamos vencer”, afirmou no fim da tarde.

 

 

 

Já no início da noite, Kalil criticou a disseminação das fake news que circulam nas redes sociais. “Quem orienta é o Ministro da Saúde. Esqueçam os cretinos na internet. Vamos seguir o Ministério da Saúde”, disse.


Publicidade