Publicidade

Estado de Minas

Comissão retira da pauta pedido de concessão de título de cidadão honorário de Minas para Witzel

Requerimento para a homenagem ao governador do Rio foi excluído até que se crie critérios objetivos para conceder a honraria


postado em 24/09/2019 17:59 / atualizado em 24/09/2019 18:15

(foto: Fernando Frazão/Agência Brasi)
(foto: Fernando Frazão/Agência Brasi)

A votação do requerimento que pedia que fosse concedido o título de cidadão honorário de Minas Gerais ao governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi retirado de pauta da sessão desta terça-feira da Comissão de Administração Pública da Assembleia. A solicitação para homenagear Witzel foi feita no inicio do mês pelo deputado Noraldino Júnior, ambos são do mesmo partido, o PSC. Não há prazo para que o requerimento volte a ser apreciado na comissão.


Na sessão de hoje, o deputado Douglas Melo (MDB) apresentou requerimento para que a votação fosse retirada de pauta, o que foi acatado pelo presidente da comissão, João Magalhães (MDB). O assunto tomou boa parte das discussões da reunião de hoje.


O presidente sugeriu que a comissão criasse critérios para concessão desse tipo de homenagem. A deputada Beatriz Cerqueira (PT) concordou que existam parâmetros para evitar que a honraria seja usada como disputa ideológica na casa.

Sobre a concessão do título ao governador, a deputada disse ser contra, alegando que o estado fluminense passa por “momento de luto” e que seria “desrespeitoso com a população do Rio de Janeiro”.


Beatriz ainda refutou o argumento usado por Noraldino Júnior, que usou o apoio aos trabalhos em Brumadinho, como motivador do requerimento. “Outros nove estados prestaram ajuda também. O governo de Israel também enviou tropa”, disse.


O deputado Sargento Rodrigues (PTB) que também é integrante da comissão, votou favoravelmente à concessão do título de cidadão honorário, mas ponderou que é necessário que sejam criados critérios para orientar a Casa e os trabalhos do grupo. “Vamos apresentar uma sugestão para que sejam definidos requisitos objetivos para evitar o debate ideológico”, disse, defendendo que seja votado um “termo de entendimento”.

 

Motivos da homenagem


Segundo o deputado Noraldino Júnior (PSC), a homenagem foi motivada pela presteza e apoio de Witzel aos trabalhos de socorro às vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho. Bombeiros e aeronaves do estado fluminense participaram da força-tarefa destacada para atuar na região. A tragédia ocorreu em 25 de janeiro. Na próxima quarta-feira, 25, o desastre completa oito meses. Vinte e uma pessoas ainda seguem desaparecidas e 249 mortes foram confirmadas.


Ele negou que a concessão do título tenha qualquer relação com as posturas sobre segurança pública do governador fluminense, consideradas polêmicas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade