Publicidade

Estado de Minas

Oposição vai ingressar com ações no STF e na Câmara

Os adversários de Dilma anunciaram que vão agir de imediato para garantir o seguimento do processo


postado em 09/05/2016 13:07 / atualizado em 09/05/2016 13:13

 O líder do PSDB na Câmara, Antonio Imbassay (BA), afirmou nesta segunda-feira que a oposição tomará duas medidas contra a anulação do impeachment da presidente Dilma Rousseff: um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) e um recurso ao plenário da Câmara. "Já estamos redigindo o mandado de segurança", disse. "Sobre o recurso, ainda vamos decidir", completou o líder tucano.

Imbassahy afirmou que "é um equívoco gravíssimo" a decisão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA). "A abertura do processo contra Dilma é um ato jurídico perfeito. Houve uma decisão da Câmara com mais de 360 votos a favor", disse. Ainda hoje, outros líderes do PSDB vão se reunir para discutir outras alternativas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade