Publicidade

Estado de Minas REDES SOCIAIS

'Médico que defende tratamento precoce é pilantra', diz infectologista

O médico Gerson Salvador foi ao Twitter criticar profissionais de saúde que vêm recomendando remédios para a COVID-19 sem eficácia cientificamente comprovada


22/03/2021 15:18 - atualizado 22/03/2021 16:45

 

(foto: Luis Robayo/AFP)
(foto: Luis Robayo/AFP)

O chamado kit COVID, que vem sendo preconizado por um grupo de médicos para enfrentamento da infecção pelo novo coronavírus, tem sido alvo de críticas e manifestações indignadas nas redes sociais. Os remédios vêm sendo indicados para tratamento precoce da doença, como ivermectina, azitromicina, cloroquina, corticoides, fármacos usados contra o HIV, entre outros, mas não há nenhuma comprovação científica sobre a eficácia desses produtos.

São medicamentos já usados para tratamento de patologias conhecidas que, na visão de quem os defende, ajudariam a minimizar sintomas da COVID-19.


Neste sábado (20/3), o infectologista Gerson Salvador, que trabalha na linha de frente do combate à pandemia em São Paulo, aumentou o tom de desaprovação. O especialista, em posts anteriores no Twitter, havia chamado tais profissionais de "ignorantes e equivocados".

No post do fim de semana, o médico, autor do livro O pior médico do mundo, mudou de opinião, e taxou quem vem indicando o kit COVID de "pilantras, covardes, descarados e sádicos".


"Já falei aqui que médico que defendia kit COVID como 'tratamento precoce' estava equivocado, era ignorante etc. Eu estava errado - os melhores termos para quem segue divulgando e lucrando com essas mentiras são: pilantras, covardes, descarados e sádicos", publicou na rede social os novos adjetivos.

Gerson Salvador fala com propriedade sobre o que considera atuação irresponsável de médicos que defendem o kit COVID no combate ao novo coronavírus. Com residência em infectologia (HCFMUSP), ele é especialista em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da USP, assistente na Divisão de Clínica Médica do Hospital Universitário da USP e professor de Propedêutica Clínica na graduação da FMUSP.

Ele é coordenador do serviço de controle de infecção hospitalar (SCIH) do IMREA-HCFMUSP - Rede Lucy Montoro, membro da CCIH e do Comitê Técnico de Infectologia do Hospital das Clínicas da FMUSP.


O médico infectologista Gerson Salvador aumentou o tom de crítica a negacionistas(foto: Arquivo Pessoal)
O médico infectologista Gerson Salvador aumentou o tom de crítica a negacionistas (foto: Arquivo Pessoal)
O tuíte do infectologista já foi retuitado quase 1,6 mil vezes, recebeu 15 mil curtidas e rendeu diversos comentários.

"Assassinos, isso sim"; "Parabéns pela sua honestidade e coragem. O que mais vemos são médicos corporativistas que não têm compromisso com a vida"; "Famílias sendo covardemente enganadas"; "Psiquiatricamente, percebo que alguns são médicos que não conseguem admitir a falta de controle sobre a situação"; "Esses loucos gastando dinheiro público à toa", estão entre as declarações dos internautas.

 

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
  • Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade