Publicidade

Estado de Minas

Coronavírus: pista de patinação no gelo é usada para conservar cadáveres na Espanha

Setor funerário do país não consegue receber todos os corpos


postado em 24/03/2020 12:15 / atualizado em 24/03/2020 12:30

(foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
(foto: PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)
O crescimento exponencinal do número de mortos pelo coronavírus na Espanha está levando ao caos o setor funerário. Segundo a imprensa local, até esta terça-feira foram registrados quase 40 mil infectados, cerca de 20% mais que 24h antes, e cerca de 2,7 mil mortos, ou 514 mais vítimas fatais que até o dia anterior, com crescimento de 24%.

Como a maioria dos casos está na capital, há preocupação das autoridades em conseguir manter o mínimo de organização. Assim, foi proibida a conservação de cadáveres que não por refrigeração, sendo vedado, por exemplo, embalsamento, ao menos até o próximo mês.

Para ajudar a aliviar os necrotérios, a empresa que administra o Palácio de Gelo, uma pista de patinação de Madri, ofereceu as instalações para abrigar os corpos dos mortos pela covid-19 na capital espanhola. E a administração da Comunidade de Madri já autorizou que os falecidos sejam transferidos para lá, com o local tendo recebido os primeiros caixões, que ficarão até serem removidos para cremação ou enterro.

A pista de patinação no gelo está localizada perto do Ifema, um centro de convenções transformado em hospital de campanha com 1.500 leitos e que pode receber 5.500 pessoas. A prefeitura de Madri indicou desde segunda-feira que a companhia funerária municipal já não era mais capaz de receber cadáveres porque não possuía equipamento de proteção para seu pessoal.

Segundo informações iniciais, as autoridades concluíram que o Palácio de Gelo tem “o frio necessário para a manutenção dos cadáveres”. Os corpos serão colocados em superfície técnica de material polimérico com cerca de 2cm a 3cm de espessura, que será instalada na pista de gelo, para evitar o contato direto do corpo com o gelo. Os mortos serão devidamente identificados para evitar possíveis confusões. “A entrada e saída de caixões será feita através de um único acesso, direto à pista de gelo”, informam as autoridades, em relatório.

Inaugurado em 2003, o Palácio de Gelo inclui, além da pista de patinação, centro comercial e de entretenimento com lojas, restaurantes, boliche, academia e cinemas. Está locallizado em Hortaleza, distrito de Madri.

Além do uso do complexo, a Companhia Municipal de Serviços Funerários reforçou o serviço de crematório na semana passada, com mais pessoal, para que os quatro fornos de cremação (dois no cemitério de La Almudena e dois no cemitério de Carabanchel) estivessem funcionando 24 horas por dia, sete dias por semana.

Fontes da empresa indicaram que a funerária não encerrará o restante de sua atividade e poderá continuar a cremar ou enterrar vítimas de coronavírus se forem enviadas por outras empresas de funerárias – privadas ou de outros municípios – em um caixão fechado.

Abandono


Também na Espanha, militares encontraram idosos abandonados, inclusive alguns mortos, em casas de repouso afetadas pela pandemia do novo coronavírus, segundo a ministra da Defesa, Margarita Robles. “Vamos ser implacáveis e firmes em relação ao tratamento que se tem tido com os idosos nesses espaços. Em algumas visitas, o Exército viu idosos absolutamente abandonados, quando não mortos em suas camas", disse ela, à imprensa local.

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

 

 

Gráfico mostra a evolução diária de casos confirmados de coronavírus no Brasil

 

Como se prevenir?

 

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.
 

Quais os sintomas do coronavírus?

 

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19: 

 

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
 
Em casos graves, as vítimas apresentam: 
 
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

 
Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: 
  • O álcool em gel é capaz de matar o vírus? 
  • O coronavírus é letal em um nível preocupante? 
  • Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? 
  • A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? 

 

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também: 

 



Publicidade