UAI
Publicidade

Estado de Minas AUMENTO DA COVID-19

Cidades do Sul de Minas voltam a exigir máscaras em locais fechados

Medida de proteção deve voltar a ser usada em Monte Sião, Santa Rita do Sapucaí, Bueno Brandão, Lavras e Senador José Bento e Pouso Alegre


31/05/2022 19:09 - atualizado 31/05/2022 19:17

Pessoas nas ruas
Cidades do Sul de Minas baixaram novos decretos contra a COVID-19 nesta semana (foto: Terra do Mandu)

O prefeito de Pouso Alegre, no Sul de Minas, Coronel Dimas José da Silva Fonseca assinou nesta terça-feira (31/05), o novo decreto que volta a obrigar o uso de máscaras em ambientes fechados do município. A medida é adotada após o aumento dos casos de COVID-19 e de procura pela UPA da cidade.

"Hoje nós estamos publicando o decreto que obriga o uso de máscara em ambientes fechados. Essa medida tem que ser tomada devido ao aumento de casos de contaminação do coronavírus", diz em vídeo o prefeito Cel Dimas.
A obrigatoriedade do uso da máscara vale para transporte coletivo, transporte por aplicativos, shoppings, lojas, supermercados, escolas, serviços de saúde, entre outros. Permanece, ainda, a indicação já em vigor para uso do álcool em gel.

"Infelizmente, esse cenário [de aumento de casos] não é só de Pouso Alegre. Ele é nacional. Buscando a contenção da transmissibilidade do vírus, a gente pede a todos que observem as determinações do decreto e que sigam essas orientações", afirma a secretária de Saúde, Silvia Regina Pereira.

Leia também: Professor da UFMG se recusa a usar máscara e alunos têm aula cancelada

O prefeito ainda disse que o objetivo é evitar que o aumento do número de casos provoque um colapso no sistema de saúde, momento em que o sistema de saúde enfrenta uma procura maior de pessoas com doenças respiratórias, devido às baixas temperaturas.

Ainda segundo a prefeitura, os casos de COVID-19, principalmente as internações devido à doença, estão sob controle. E reforça que, devido ao aumento de casos, medidas como essa são necessárias. Confira aqui a íntegra do novo decreto.

Pessoas deixam a UPA
Atendimentos na UPA aumentaram gradativamente após subida de casos da COVID-19 na cidade (foto: Terra do Mandu)

Mais cidades obrigam o uso


Além disso, outras cidades da região sul do estado já tomaram a mesma decisão. É o caso de Bueno Brandão, que emitiu um novo decreto nesta segunda-feira (30/05), voltando a obrigar as máscaras  em locais fechados e também em ambientes abertos em algumas situações (casos sintomáticos, positivos e/ou em contato com positivos, além de pacientes com comorbidades).

Santa Rita do Sapucaí é outra que também retornou com a obrigatoriedade. Além disso, o decreto confirma ainda que os estabelecimentos públicos e privados deverão disponibilizar álcool em gel para higienização das mãos. Haverá fiscalização quanto ao cumprimento das medidas determinadas pelas equipes de segurança e da prefeitura.

Em Monte Sião, o uso de máscaras foi recomendado por meio de novo decreto para toda população. Entretanto, a obrigação é apenas para as atividades públicas e privadas em locais destinados à prestação de serviços de educação, saúde e nos meios de transporte coletivo de passageiros, inclusive em locais de acesso, embarque e desembarque.

"Considerando a notícia nas redes sociais de uma escala crescente de novos casos de COVID-19 na região nas últimas semanas, principalmente em crianças e considerando o Boletim Epidemiológico Municipal de nº402, de 27 de maio de 2022, onde foram detectados 132 novos casos leves, totalizando 183 casos ativos do coronavírus", citou a prefeitura de Monte Sião no decreto.

Em Lavras, o uso do equipamento volta a ser obrigatório dentro de unidades de saúde na rede pública ou privada; no transporte público coletivo ou individual; nas unidades escolares da rede pública municipal ou privada; nos órgãos e repartições públicas e também nas salas de cinema. A Universidade Federal de Lavras (Ufla) determinou a mesma obrigatoriedade.

Em Senador José Bento, o uso voltou a ser obrigatório para circulação em espaços fechados, públicos e privados acessíveis ao público, e em transportes públicos. As demais prefeituras da região de Pouso Alegre ainda não se manifestaram. Mas, para novidades, basta seguir o perfil de cada uma das prefeituras no Facebook.

Iago Almeida / Especial ao EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade