UAI
Publicidade

Estado de Minas 25 MIL PASSAGEIROS

Quarta-feira abre feriadão com movimento intenso na rodoviária de BH

Entre quarta (20) e segunda-feira (25), a rodoviária espera receber mais de 127 mil passageiros. Controle da pandemia e fim de semana próximo aumentam a demanda


20/04/2022 20:13 - atualizado 20/04/2022 20:28

Salão de espera da Rodoviária de BH lotado de passageiros na véspera do Feriado de Tiradentes
No saída para o feriadão, passageiros lotam o hall de espera da Rodoviária de BH e fazem filas nos guichês das empresas de transporte (foto: Marcos Vieira/EM/ D.A. Press)
A saída para o feriado prolongado de Tiradentes movimenta a Rodoviária de Belo Horizonte no início da noite desta quarta-feira (20). Dos 127 mil passageiros esperados para o período que vai até a próxima segunda (25), mais de 25 mil passarão pelos terminais hoje. A expectativa é que o número de pessoas, entre embarques e desembarques, registre um aumento de 182% em relação à mesma época no ano passado.

O aumento de cerca de 45 mil pessoas pode ser explicado pela fase mais controlada da pandemia, já que no ano passado a vacinação ainda estava começando no país em abril, e o fato do feriado cair em uma quinta-feira em 2022, emendando com o fim de semana. 

O movimento do feriado chamou a atenção de passageiros que se acostumaram com o fluxo reduzido de pessoas durante os momentos mais críticos da pandemia. É o caso da cirurgiã dentista Deise Silveira, de 39 anos. Ela mora em Mato Verde, Norte de Minas, e vem à capital há mais de um ano para um curso de especialização profissional.
 

“É a primeira vez que vejo esse movimento todo aqui. Venho toda semana e está sempre bem mais tranquilo. Eu ainda peguei dois feriados, porque cheguei no domingo à noite (na Páscoa) e estou voltando agora. Quando comecei a vir pra cá com frequência, os ônibus ainda estavam vendendo só metade das passagens por conta da pandemia e agora aumentou muito, está até difícil para conseguir transporte. No domingo, fiquei 25 minutos na fila do táxi”, relata a dentista.

Deise Silveira, cirurgiã dentista de 39 anos segura uma mochila sentada no hall de espera da rodoviária de BH
Deise vem e volta do Norte de Minas toda semana para fazer um curso em BH e se espantou com o movimento do feriado na rodoviária (foto: Marcos Vieira/EM/ D.A. Press)

Para suprir a demanda aumentada do feriado, as empresas de transporte reforçaram o número de viagens. Em média, houve um aumento de 50% no número de ônibus que circulam nos terminais. De acordo com a administração da rodoviária, foram cerca de 40 mil passagens vendidas eletronicamente para o período entre quarta e segunda-feira e os guichês físicos de compra registram uma procura intensa por bilhetes.

Esta quarta-feira, primeiro dia do período do feriadão, fica na segunda posição entre os mais cheios na previsão da administração do terminal. A lista é encabeçada pela segunda-feira, quando 26.568 passageiros são aguardados. 

Para evitar a aglomeração e ter um retorno mais tranquilo à BH, quem pode, evita o retorno já na segunda-feira. É o caso do motorista Cristiano Silva, de 46 anos. Ele parte nesta noite rumo à Alegre, no Espírito Santo, mas só volta à capital mineira na próxima quarta (27).

“Eu tive que parar de viajar na pandemia e fiquei longe da família, mas agora estou um pouco mais tranquilo para voltar a andar de ônibus. Minha família é toda de Alegre (ES) e aproveito para estender um pouco. Volto na quarta-feira para evitar o movimento, hoje já estou achando cheio demais”, comenta.

Cristiano Silva, 46 anos, sentado no hall de espera da rodoviária de BH enquanto mexe em sua mala
O motorista Cristiano esperou a pandemia estabilizar para voltar a rodoviária e escolheu um dia mais tranquilo para voltar à BH (foto: Marcos Vieira/EM/ D.A. Press)

Embora já registre um aumento significativo no movimento, a rodoviária segue mais vazia do que antes da pandemia. Se confirmada a previsão de 127 mil passageiros, o número ainda seria 32% menor do que o registrado no feriado de Tiradentes de 2019, antes do coronavírus. A administração do terminal espera que o fluxo de pessoas nas datas comemorativas volte ao patamar pré-pandêmico já no segundo semestre deste ano.
 
É importante ressaltar que as regras sanitárias ainda devem ser cumpridas. Após às 23h30, o acesso à Rodoviária de BH é restrito a quem tem passagens e a entrada é concentrada entre as plataformas D e E. O uso de máscaras é considerado imprescindível pela administração do prédio.

Destinos favoritos

Segundo a administração da rodoviária, quem deixa BH no feriadão para sair de Minas, opta pelas seguintes cidades: Rio de Janeiro (RJ), Cabo Frio (RJ), Angra dos Reis (RJ), Macaé (RJ), São Paulo (SP), Campinas (SP), São José dos Campos (SP), Conceição da Barra (ES), Vitória (ES), Guarapari (ES), Marataízes (ES), Serra (ES), Prado (BA), Feira de Santana (BA), Porto Seguro (BA) e Salvador (BA). Vale lembrar que, em várias dessas cidades, o carnaval foi adiado para o Dia de Tiradentes.

Já para quem deixa a capital para visitar o interior do Estado, tem como destinos favoritos as cidades de Divinópolis, Conselheiro Lafaiete, Araçuaí, Santa Barbara, Almenara, Governador Valadares, Teófilo Otoni, Itabira, Ipatinga, Montes Claros, Viçosa, Itabirito e Juiz de Fora, além do Aeroporto de Confins.

Viação Itapemirim


Nesta quarta (20) a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) suspendeu as operações do grupo Itapemirim. A medida, no entanto, permite que a transportadora realize viagens já vendidas por até 30 dias após a publicação da portaria.

Segundo a administração da Rodoviária de BH, a empresa cumprirá as viagens somente para aquelas partidas com passagens já vendidas de forma antecipada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade