UAI
Publicidade

Estado de Minas 'SALVO CONDUTO'

Quadrilha especializada em tráfico internacional na mira da PF em Minas

Investigados são suspeitos de trazer cocaína do Paraguai usando documentos falsos de agentes diplomáticos. 'Mulas' faziam transportes para a Europa


26/01/2022 08:30 - atualizado 26/01/2022 08:48

Droga e outros materiais apreendidos pela PF
Drogas e outros materiais apreendidos na operação hoje (foto: Polícia Federal/Divulgação)
Uma operação desencadeada pela Polícia Federal (PF) nesta quarta-feira (26/1) mira uma quadrilha especializada no tráfico internacional de drogas que atua em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. 
 
“A ação visa a desarticular organização criminosa estabelecida na cidade de Uberlândia, que trazia do Paraguai cloridrato de cocaína para o Brasil, utilizando-se de documentos falsos de agentes diplomáticos”, detalha a PF, que batizou a operação de "Salvo Conduto". 

“Posteriormente, havia o recrutamento de ‘mulas’ (pessoas que transportam a droga), para transporte da droga para a Europa por meio de voos comerciais. As investigações identificaram ainda que as mesmas ‘mulas’, eventualmente, retornavam da Europa para o Brasil, transportando haxixe para a mesma organização criminosa”, diz a nota. 

A operação conta com o apoio da Força Tarefa de Segurança Pública (FTSP) do município e da Corregedoria Geral da Polícia Civil de Minas Gerais. 

De acordo com a PF, entre 2015 e 2019, ao menos quatro prisões em flagrante no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande BH, foram de mulas recrutadas pela quadrilha de Uberlândia. Também houve outras duas prisões nos aeroportos internacionais de Porto Alegre (RS) e do Rio de Janeiro (RJ). 

Ao todo, os policiais cumpriram hoje nove mandados de busca e apreensão em Uberlândia, em endereços relacionados aos investigados. A instituição não deu detalhes sobre os alvos. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade