UAI
Publicidade

Estado de Minas REVIDOU COM FACA

Mulher conta que deu três facadas em companheiro após dois anos de agressão

Ao ser presa, a mulher, que estava com um galo na cabeça, confessou o crime


25/01/2022 20:13 - atualizado 26/01/2022 09:53

Vista parcial de Iturama
Devido à gravidade dos ferimentos, o homem foi transferido para hospital de Iturama (foto: guiadoturista.net)
 
Cansada de ser agredida, supostamente há cerca de dois anos, uma mulher confessou que golpeou o companheiro com três facadas. O crime aconteceu na noite de ontem (24/1), em São Francisco de Sales, microrregião de Frutal, no Triângulo Mineiro.
 
Ele foi socorrido até à Unidade de Saúde de São Francisco de Sales, mas, em seguida, devido à gravidade dos ferimentos foi transferido para um hospital de Iturama. Até o fechamento da ocorrência da Polícia Militar (PM), ele estava consciente, orientado e não apresentava risco de morrer.

 
Ainda conforme registro da PM, durante rastreamentos, a mulher foi localizada sentada na calçada, em frente à casa do padrasto dela, onde confirmou aos militares a autoria das facadas.
 
Ao se defender, ela disse que há dois anos convive com a vítima, sendo que nesse período foi agredida por diversas vezes; inclusive ela registrou diversas ocorrências de agressão contra o companheiro, fato que foi confirmado em pesquisa feita pela PM.
 
Mas, ontem, ao começar a ser agredida novamente, ela disse que pegou uma faca de serra e afirmou para o companheiro que nunca mais apanharia dele.
 
Em seguida, ela contou que desferiu dois golpes contra o homem, momento em que ele teria perdido a consciência; neste momento, ela se aproximou e deu mais uma facada na região do pescoço, saindo da casa logo depois do crime.
 
Após a mulher ser presa, um exame médico constatou um galo na sua cabeça, segundo ela, resultado de um soco desferido pelo homem.
 
Conforme a PM, os dois filhos menores de idade da mulher foram deixados sob a guarda de parentes de confiança da família.
 
A Polícia Civil de Minas Gerais informa que a jovem, de 18 anos, foi encaminhada à Delegacia de Polícia de Itapagipe, onde prestou depoimento e foi liberada.

Já o homem, de 27 anos, foi encaminhado para atendimento médico, não sendo possível coletar suas declarações. Um inquérito policial foi instaurado para apurar os fatos e a investigação encontra-se em andamento.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade