UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Vídeo feito para crianças explica como a vacina funciona no organismo; veja

Animação foi idealizada pela médica mineira Camila Maciel, que vive nos EUA; objetivo é mostrar para a meninada que não precisa ter medo da injeção


17/01/2022 18:40 - atualizado 17/01/2022 20:24

Animação Dia de Vacina
Os personagens da animação foram feitos de massinhas para modelar (foto: Desenho: Gabriel Bitar )
A informação de forma lúdica é a chave utilizada pela série de vídeos criada pela médica mineira Camila Maciel, para explicar conteúdos de ciência para as crianças. Intitulado "Dia de Vacina", a animação mostra, de maneira divertida, como a vacinação infantil contra a COVID-19 funciona no organismo. 
 
O conteúdo do vídeo visa explicar para as crianças o que é aquela 'picadinha' no braço e como ela ajuda o corpo humano a trabalhar. "Acredito que a criança tem o direito de saber mais sobre a ciência, explicar os motivos dela estar tomando a vacina e o que aquilo vai fazer em seu organismo", diz a médica. 
 
Atualmente, Camila mora no Vale do Silício, nos Estados Unidos, é pesquisadora-visitante da Universidade de Stanford e pós-doutora em Epidemiologia e Medicina Preventiva pela Universidade de Boston. 
 
Ela conta que a ideia de criar uma série surgiu logo no início da pandemia. "No dia 13 de março de 2020, entendi que seria uma coisa grave. Eu vi o MIT e Harvard (ambas faculdades renomadas americanas) evacuarem os campus e fiquei assustada. Vi que era grave e que precisava fazer algo pelo Brasil, então comecei a mandar áudios para a comunidade da minha cidade em Minas", explica a médica, que é de Baependi, no Sul de Minas.
 
"Mas só os áudios não alcançavam muitas pessoas, então pensei em um projeto que pudesse atingir mais gente, daí surgiu a oportunidade de trabalhar com o estúdio. Eu já os conhecia, porque estava pensando em fazer um outro projeto de ciências e corpo humano, mas ainda não tinha colocado em prática". 
 
A animação é feita de massinhas de modelar, o que chamou mais atenção da epidemiologista para atrair os olhares das crianças e explicar ciências. "Gostei muito da ideia de usar massinhas. Quando veio a pandemia, foi o momento de pegar firme com o projeto e fazê-lo alcançar mais pessoas", diz. 
 
Ela defende que vacinação é a melhor maneira de proteger a todos, inclusive os pequenos, das formas graves da COVID-19, além de permitir o retorno mais seguro às atividades pré-pandemia. 
 
"A importância de vacinar as crianças dá para resumir em uma palavra: fundamental. A partir do momento que todas as entidades de saúde fazem a sugestão de vacinação, mostrando que existem efeitos colaterais mínimos e consequências raríssimas, não há outra palavra. Se todos os órgãos aprovaram, é seguro", diz.
 
No vídeo educativo, não há somente o vírus causador da COVID-19. Bactérias e vírus de outras doenças enfrentam os anticorpos numa competição de basquete, mostrando às crianças como se dá a luta dos imunizantes com os microrganismos. 
 
As crianças são o público-alvo, mas a médica acredita que os pais e familiares também são alcançados, sendo influenciados pelos pequenos dentro de casa. "Essa é uma boa forma de explicar aos filhos o por quê de tomarem a injeção, que é algo dolorido, mas faz bem à saúde e ajuda o corpo a combater diversas doenças". 
 
Os episódios da série, além de explicar contextos da pandemia para as crianças, também visam instigar a curiosidade pela ciência, mostrando que não é algo complicado, por isso Camila deixa um recado aos responsáveis por crianças. "Pais, sempre tenham cuidado de explicar, com um pouco mais de detalhamento alguma pergunta que a criança faça, porque eles merecerem resposta. Eles perguntam tanto os motivos de cada coisa, que as vezes ficamos cansados, mas é a curiosidade que vai fazer os cientistas de amanhã".
 
Veja o vídeo:
 
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade