UAI
Publicidade

Estado de Minas POLÍCIA

Quem são as 10 vítimas da tragédia em Capitólio

Lista foi divulgada pela Polícia Civil, com identificação prévia dos ocupantes da lancha 'Jesus'


09/01/2022 12:02 - atualizado 10/01/2022 17:41

buscas em Capitolio
(foto: Bombeiros MG)

A Polícia Civil de Minas Gerais divulgou, neste domingo (9/1), a identificação prévia das dez pessoas que estavam na lancha Jesus, atingida ontem brutalmente pela queda da pedra de um cânion em Capitólio, no Sudoeste de Minas.

A polícia afirmou que todas as pessoas que estavam na lancha eram conhecidas entre si e estavam hospedadas na mesma pousada na cidade de São José da Barra, no Sul de Minas.

Confira*:
  1. Homem, 40 anos, natural de Betim (MG) – seria o piloto
  2. Mulher, 43 anos, natural de Cajamar (SP)
  3. Mulher, 18 anos, natural de Paulínia (SP) – filha da mulher de 43 anos
  4. Homem, 67 anos, natural de Anhumas (SP)
  5. Mulher, 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG) – Esposa do homem de 67 anos
  6. Homem, 37 anos, natural de Itaú de Minas (MG) – Filho do homem de 67 anos
  7. Homem, 14 anos, natural de Alfenas (MG) – Neto do homem de 67 anos
  8. Homem, 24 anos, natural de Campinas (SP)
  9. Homem, 35 anos, natural de Passos (MG)


A décima vítima foi um homem identificado formalmente: Julio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis, no Sul de Minas. O corpo dele foi liberado para os parentes.

Entre as nove vítimas, até o momento não se sabe quais delas estão entre os oito óbitos já confirmadas e os dois desaparecidos. Isso porque o Instituto-Médico Legal ainda está fazendo o trabalho de identificação.

De acordo com a polícia, esse trabalho tem sido difícil pelo estado em que os corpos chegaram ao Instituto. "A rocha que despendeu-se praticamente esmaga a lancha entra a água e a pedra", explica Marcos de Souza Pimenta, delegado regional de Passos, que trabalha no caso.

“Normalmente os corpos chegam já identificados, a particularidade dessa vez é que o trauma foi de altíssima energia, prejudicando o aspecto dos corpos”, complementou o médico-legista, Marcos Amaral.

De acordo com Amaral, a equipe de Passos está em contato permanente com o IML de Belo Horizonte, que tem experiência com difíceis identificações, como no caso das vítimas de Brumadinho. “Tudo tem sido feito no sentido de agilizar a liberação dos corpos”, reforçou.

Em entrevista coletiva, a PCMG reforçou que já abriu um inquérito para investigar o acidente e que vai depender de especialistas, como geólogos. A instituição ainda não trabalha com a hipótese de criminalização do fato e ressaltou que a prioridade, por enquanto, é identificar as vítimas. 

*Atualização - 10/01/2022, 17h

Dois dias depois da tragédia, todas as dez vítimas foram identificadas formalmente. São elas:
  1. Júlio Borges Antunes, 68 anos, de Alpinópolis (MG);
  2. Camila Silva Machado, 18 anos, de Paulínia (SP);
  3. Mykon Douglas de Osti, 24 anos, de Campinas (SP);
  4. Sebastião Teixeira da Silva, 64 anos, de Anhumas (SP); 
  5. Marlene Augusta Teixeira da Silva, 57 anos, de Itaú de Minas (MG)
  6. Geovany Gabriel Oliveira da Silva, 14 anos, natural de Alfenas (MG);
  7. Geovany Teixeira da Silva, 38 anos, natural de Itaú de Minas (MG); 
  8. Tiago Teixeira da Silva Nascimento, 35 anos, natural de Passos (MG);
  9. Rodrigo Alves dos Anjos, 40 anos, natural de Betim (MG);
  10. Carmem Pinheiro da Silva, de 43 anos, natural de Cajamar (SP).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade