UAI
Publicidade

Estado de Minas MOBILIDADE URBANA

Após 7 anos, Via 710 possui 85% dos trechos liberados para o tráfego

Outros 15% da obra de acesso entre regiões Leste e Nordeste de BH estão previstos para serem entregues no final de 2022, mas prazo ainda pode ser adiado


25/11/2021 09:12 - atualizado 25/11/2021 14:13

Obras na Via 710. Trecho da Via 710 com trânsito liberado após o Minas Shopping
Após 7 anos de trabalhos, Via 710 já possui 85% dos trechos liberados para tráfego (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press)
A Via 710, considerada uma importantíssima obra para a mobilidade urbana de Belo Horizonte, neste momento se encontra com aproximadamente 85% dos trabalhos concluídos. A via, que terá aproximadamente 5km de extensão, foi iniciada em setembro de 2014, e agora, que finalmente se aproxima de sua conclusão, já possui grandes trechos abertos ao trânsito.

De acordo com a Preefeitura de Belo Horizonte, por meio da Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), para a obra ser concluída falta executar um pequeno trecho de aproximadamente 700 metros, previsto para ser entregue no final de 2022. Entretanto, desapropriações e remoções que se encontram na Justiça desde o início da obra podem atrasar ainda mais o cronograma. 

De acordo com as informações oficiais, está pendente a drenagem e pavimentação da Rua Luiz da Nóbrega, complexo Elísio de Brito e da futura rotatória até a Rua Itaituba com Avenida dos Andradas. Trechos que correspondem aos 15% do total da obra.

Em esclarecimento, a PBH destaca que apesar de prevista para 2022, uma nova licitação deve ser feita, estendendo o prazo final para conclusão da obra, isto a depender do andamento do processo licitatório e dos processos judiciais.

Nos demais trechos, a previsão de término dos trabalhos é esperada para o fim deste ano. Nestes locais o tráfego já está totalmente liberado. O que falta são pequenos detalhes como pintura, acabamento e finalização.

Em maio deste ano, os acessos para os bairros São Paulo e Palmares, ambos os sentidos Avenida Cristiano Machado, já haviam sido liberados.

Além disso, em junho de 2020 também foi permitido o acesso ao viaduto Bolívar, que passa sobre a Via 710 e liga os bairros União e Fernão Dias. E em fevereiro do ano passado, o trecho da via entre as avenidas José Cândido da Silveira e Cristiano Machado também já se encontrava para livre circulação nos dois sentidos.

CONGESTIONAMENTO  

A intervenção tem o intuito de reduzir os congestionamentos causados pelo trânsito intenso nas proximidades da Cristiano Machado. O propósito é promover o acesso entre as regiões Leste e Nordeste de BH, mais precisamente entre as avenidas dos Andradas e Cristiano Machado. 

Apesar do avanço nas obras, a BHTrans informou que ainda não há nenhum estudo para verificar se o congestionamento está sendo reduzido. Entretanto, com base no acompanhamentos do tráfego na região, diz já ser possível notar que os motoristas estão utilizando cada vez mais a via, no trecho entre o Minas Shopping e a Avenida José Cândido da Silveira.

Inicialmente, a conclusão dos trabalhos estava prevista para 2016. Contudo, o processo foi adiado diversas vezes por questões judiciais. O valor total da obra é de R$ 120 milhões, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Além disso, a PBH investe R$ 160 milhões em desapropriações. 


*Estagiário sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade