UAI
Publicidade

Estado de Minas PRECIPITAÇÃO ELEVADA

Três regionais de BH já registraram 40% da chuva esperada para novembro

De acordo com a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, regionais Centro-Sul, Leste e Noroeste superaram a marca. Média histórica é de 239,8 milímetros


01/11/2021 21:27 - atualizado 01/11/2021 21:27

Enchente em BH
Chuva inundou Avenida Tereza Cristina na noite desta segunda (1º/11) (foto: Reprodução/Gabriel Estevam de Melo)
Três regionais de BH já registraram, no primeiro dia de novembro, 40% da chuva esperada para todo o mês. São elas: Centro-Sul, Leste e Noroeste, conforme levantamento da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil da capital mineira.

 

 

 

A média histórica de novembro é de 239,8 milímetros. Até as 20h desta segunda (1º/11), caíram 98 mm no Centro-Sul de BH; 97 mm no Noroeste; e 96,4 no Leste da cidade.

 

 

 

Região que menos choveu na cidade nesta segunda, Venda Nova registrou 62,8 milímetros, o que representa 26% da média histórica. Para se ter uma noção do volume de água, o Barreiro computou pluviosidade de 65,8 mm entre 16h30 e 20h30 desta segunda, o que representa 27% da média.

 

 



Acumulado de chuvas (em milímetros) em novembro até 20h30 do dia 1º:

  • Barreiro: 89,4 mm (37% da média histórica)
  • Centro Sul: 98 (41%)
  • Leste: 96,4 (40%)
  • Nordeste: 74,2 (31%)
  • Noroeste: 97 (41%)
  • Norte: 57,4 (24%)
  • Oeste: 76,4 (32%)
  • Pampulha: 73,2 (31%)
  • Venda Nova: 62,8 (26%)

Vias fechadas

Pelo menos três avenidas tiveram que ser fechadas para o trânsito devido ao risco de alagamento na noite desta segunda.

A Avenida Tereza Cristina, na Região Oeste, teve que ser interditada devido ao risco de transbordamento do Ribeirão Arrudas. De acordo com a Defesa Civil, a via está alagada neste ponto.

As avenidas Francisco Sá e Silva Lobo, na Região Oeste, também precisaram ser interditadas devido ao alto risco de transbordamento dos córregos Piteiras e dos Pintos.

Já na Região Centro-Sul, a Rua Joaquim Murtinho com Avenida Prudente de Moraes, no Bairro Santo Antônio, também precisou ser fechada por causa de pontos de alagamento causados pelo transbordamento do Córrego do Leitão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade