UAI
Publicidade

Estado de Minas NOSSA SENHORA APARECIDA

Missa para a padroeira tem orações contra doenças, fome e desemprego

Bispo auxiliar de BH, dom Nivaldo Ferreira, pede intercessão da "Mãe Aparecida" para paz e saúde dos brasileiros


12/10/2021 09:30 - atualizado 12/10/2021 13:05

missa para a padroeira Nossa Senhora Aparecida
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
Todas as homenagens a Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e dona de uma legião de devotos em Belo Horizonte e interior de Minas. O bispo auxiliar  da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Nivaldo dos Santos  Ferreira, celebra missa, na manhã desta terça-feira (12), no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora da Conceição Aparecida, no Bairro Novo Eldorado, em Contagem, na Grande BH.

dom Nivaldo dos Santos Ferreira
Missa da manhã foi celebrada pelo bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte, dom Nivaldo dos Santos Ferreira (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
No templo, haverá missa às 11h, 16h e 18h, com respeito aos protocolos sanitários e entrada dos fiéis por ordem de chegada. Em cada horário podem entrar 300 pessoas.

Pouco antes do início da missa, dom Nivaldo disse que este 12 de outubro dedicado à padroeira, chamada popularmente de "Mãe Aparecida", e aos 90 anos de inauguração do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro (RJ), demostra a fé do povo brasileiro. "Quando caminhamos com fé, renovamos nossas forças. Precisamos da misericórdia de Deus para seguirmos adiante, ainda mais nesse tempo de pandemia", disse o bispo. 

Rezando pelas vítimas da COVID-19, dom Nivaldo pediu saúde para as famílias, especialmente para as crianças. "Hoje, muitos se sentem fragmentados a exemplo a imagem de 30 centímetros de altura encontrada, em, 1717, nas águas turvas do Rio Paraíba do Sul, no estado de São Paulo. Mas temos que ter fé em Deus e esperança para vencermos o desemprego, as doenças, a fome e outros males."

EM FAMÍLIA Logo de manhã, moradores da região e bairros próximos chegaram em grupos, em família ou sozinhos, muitos com a camisa estampada com o rosto de Nossa Senhora Aparecida, terço nas mãos e pequenas imagens.

Imagem de padroeira Nossa Senhora Aparecida
Washington Antonio Lopes com a esposa Cristiane da Silva Vieira e o filho Davi, na missa de Nossa Senhora Aparecida (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A Press)
O casal Washington Antônio Lopes e Cristiane da Silva Vieira, residente no Bairro Eldorado, trouxe o filho Davi, de quatro meses, e rezou diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida. "Estou agradecendo pela minha vida", disse Cristiane.  Ela contou que teve séria doença e, contrariando orientações médicas, engravidou. "Meu parto foi normal ", emocionou-se. O marido contou que a família tem muita devoção. "Devemos essa felicidade, o Davi, a Nossa Senhora Aparecida ", disse ele.

De acordo com Arquidiocese de BH, em todas as celebrações devem ser os protocolos que garantem o distanciamento social e a prevenção da COVID-19. Presidida pelo bispo auxiliar, a missa foi concelebrada por 20 padres da Região Episcopal Nossa Senhora Aparecida (Rensa). 

Em todas as paróquias dos 28 municípios que compõem a Arquidiocese de BH, haverá missas em honra à padroeira e, em algumas procissões motorizadas. A programação completa está no site da arquidiocese (arquidiocesebh.org.br).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade