UAI
Publicidade

Estado de Minas FALTA DE ÁGUA

Fontes de Poços de Caldas secam por falta de chuvas

Estância Hidromineral tem seus pontos turísticos foram afetados pela falta de água


01/10/2021 12:10 - atualizado 01/10/2021 12:16

Fontes dos Amores - fontes secas até para fauna do local
Fontes dos Amores - fontes secas até para fauna do local (foto: Águas Minerais Poços de Caldas)
Sem chover há 6 meses, Poços de Caldas, no Sul de Minas, sofre com a falta de água. E isso tem influenciado no principal símbolo da cidade, conhecida por ser uma estância hidromineral. Atualmente, os dois reservatórios que abastecem e geram energia para o município estão com níveis muito baixos.

Os efeitos da seca são sentidos em um dos principais atrativos turísticos da cidade: as fontes. Das 20 fontes localizadas no município, 10 estão totalmente secas. A maioria das fontes está localizada em região de serra e a captação é feita de forma superficial, o que depende exclusivamente de chuvas.

A outra metade delas está com a vazão menor, mas sem o risco de ficarem sem água. É o que garante a supervisora da seção de tratamento e laboratório do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE) de Poços de Caldas, Ana Maria Ferreira. Moradores que costumam utilizar a água das fontes reclamam que há muito desperdício, pois as bicas não tem um controle e jorram sem parar. Sobre isso, Ana Maria explica que não há o que fazer.

Fontes dos Amores - Ponto turístico está afetado pela seca
Fontes dos Amores - Ponto turístico está afetado pela seca (foto: Águas Minerais Poços de Caldas)
Uma das que tem sido afetada, é a Fonte dos Amores, muito visitada por turistas. Suas águas serviam aos que vão visitá-la e ainda à população da cidade. Ela está praticamente seca, até mesmo sem a característica queda d’água. Ali também é feito o envasamento por uma empresa municipal. O diretor das águas minerais, Marcos Tadeu Sansão, revela que a fonte de captação da empresa, que fica a 800 metros da Fonte dos Amores turística, também secou.

Isso não prejudicou o envasamento, pois a fonte conta com poço de água subterrânea. Marcos desmente boatos que a empresa, que é pública, está desviando água da fonte para o envasamento. "Nós não fazemos isso. Temos estes dois lugares (Fonte dos Amores 2 e poço subterrâneo) que a gente pode fazer a captação da água".

Segundo a Somar de Meteorologia, as chuvas devem se intensificar a partir de outubro, com previsão de 205 milímetros para Poços de Caldas. Mesmo com previsão de chuvas, não a como estimar quando as fontes voltem a funcionar.

FONTES DE POÇOS DE CALDAS:
Fonte Teresina Rocchi – Avenida João Pinheiro = Sem água
Fonte Santa Terezinha – Praça do Cemitério Municipal = Sem água
Fonte Biagio Varalo de Cima – Rua Biagio Varalo – Jd. Gama Cruz = Com água
Fonte Sebastião Trindade – Avenida João Pinheiro – próximo ao Parque Municipal = Sem água
Fonte José Aurélio Vilela = Parque Municipal = Sem água
Fonte Filtro – Rua Assis Figueiredo = Sem água
Fonte José de Jacó – Avenida Francisco Salles = Sem água
Fonte José Francisco da Silva – Avenida João Pinheiro = Com água
Fonte Boca do Leão – Praça das Thermas Antônio Carlos = Com água
Fonte Martinico Prado – Praça do Palace Casino = Sem água
Fonte Cambará – Rua Cambará – Jd. Dos Estados = Com água
Fonte Parque Vila Nova – Rua Dr. Mário de Paiva = Com água
Fonte Iolanda – Avenida Iolanda Junqueira de Mello = Com água
Fonte Ipê – Bosque do Jardim Ipê = Com água
Fonte Inocêncio Malaquias (Monjolinho) – Praça Tirandentes, Santa Rita  = Com água
Fonte Santa Rosália – Praça Ednan Dias = Com água
Fonte Ilha das Paineiras – Avenida Wenceslau Braz = Sem água
Fonte José Afonso Junqueira – Rua Piauí – Dentro da Fonte dos Amores = Sem água
(obs: sugestão para infográfico/arte em mapa ou box)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade