UAI
Publicidade

Estado de Minas MORTE E LINCHAMENTO

Menina de 9 anos é assassinada e suspeito acaba linchado em Minas

Menina foi encontrada morta no quintal do suspeito e população invadiu casa para espancá-lo até a morte; PM recebeu a informação de possível estupro


29/09/2021 19:25 - atualizado 29/09/2021 21:05

Crime aconteceu na casa do suspeito, que acabou linchado
Crime aconteceu na casa do suspeito, que acabou linchado (foto: Marina Caixeta/Arquivo pessoal)
Uma menina de 9 anos  foi assassinada  em Araguari, no Triângulo Mineiro, na tarde desta quarta-feira (29/9). O suspeito do crime, ao ser descoberto, foi assassinado ao ser linchado por pessoas que ajudavam nas buscas pela criança.
 
Existe ainda a suspeita de que a vítima tenha sido estuprada. A criança foi dada como desaparecida perto de meio-dia, quando ela ia a uma mercearia perto de casa, no bairro Gutierrez. Entretanto, ela foi vista por outra criança tentando escapar do autor.

Moradores que ajudavam na busca pela desaparecida foram até a casa do suspeito. O homem era conhecido no bairro, só que negou qualquer envolvimento quando questionado. Ele fechou o portão do imóvel e, em seguida, não atendeu mais aos vizinhos.
 

Corpo encontrado 

 
Desconfiados, eles procuraram a mãe do suspeito, uma vez que ela mora próximo do local. A casa foi aberta e o corpo da vítima estava no quintal da residência. Ela havia sido esfaqueada várias vezes.
 
Revoltados, os moradores passaram a agredir o dono da casa. Ele não sobreviveu ao espancamento. De acordo com a Polícia Militar, no momento da chegada das viaturas, as pessoas que estavam dentro da residência fugiram, não sendo possível identificação imediata dos autores do linchamento e nem a prisão de algum deles.
 
"Quando os policiais chegaram no local, se depararam com o homem caído no chão da sala e outras pessoas correndo da casa", explica o capitão da PM, Thiago Lana.
 
Também não foi possível determinar, por meio da perícia inicial, se a vítima havia sido estuprada realmente. Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) poderá comprovar a suspeita.
 
A informação do abuso sexual foi repassada à polícia e poderia ser a motivação do suspeito para levar a criança até sua casa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade