Publicidade

Estado de Minas EM LIVE

Capelinha anuncia pacote de obras e benefícios para a educação

Durante transmissão ao vivo nesta sexta-feira (23/7), prefeito e vice anunciaram construção de escola e envio de projetos à Câmara que devem equiparar salários


23/07/2021 21:01 - atualizado 23/07/2021 22:19

Prefeito Tadeu Filipe Fernandes de Abreu (PSC) e o vice Aléquison Gomes Mendes (PSC), em live(foto: Reprodução de Vídeo/Prefeitura de Capelinha)
Prefeito Tadeu Filipe Fernandes de Abreu (PSC) e o vice Aléquison Gomes Mendes (PSC), em live (foto: Reprodução de Vídeo/Prefeitura de Capelinha)
 
Durante uma transmissão ao vivo no começo da noite desta sexta-feira (23/7), o prefeito e o vice de Capelinha, no Vale do Jequitinhonha, anunciaram investimentos na área da educação. Ainda que o retorno às atividades presenciais vá ocorrer "apenas no ano que vem", uma escola será construída, e dois projetos enviados à Câmara permitem pagamento de abono e definição do piso salarial dos educadores infantis.
 
O projeto de construção de uma unidade de ensino está pronto, será licitado nas próximas semanas. A nova escola será erguida no Bairro Jardim Aeroporto, com investimento que deve chegar a R$ 2 milhões.

A expectativa é que as obras comecem ainda este ano. "Hoje, a escola do bairro está em um prédio alugado. Além da economia desse valor mensal, queremos fazer com que a unidade seja referência", afirmou o vice-prefeito Aléquison Gomes Mendes (PSC).
 
Também na live foi comentado que o retorno das atividades presenciais nas escolas municipais deve acontecer apenas no ano que vem, ainda que detalhes não tenham sido divulgados.

O último decreto que estabele as regras de combate à pandemia de COVID-19 não tem nenhum artigo sobre as atividades escolares.
 
Para ajudar no suporte às aulas remotas, 200 notebooks serão entregues para os professores em esquema de empréstimo. Todos eles já configurados para que as atividades possam seguir.

A licitação para a compra de outros 100 equipamentos está sendo finalizada, e a expectativa é que no mês que vem os computadores sejam distribuídos aos demais profissionais.

Abono aos professores

 
Além disso, o pacote da educação também inclui dois projetos de lei enviados à Câmara Municipal, que mexem diretamente no bolso dos servidores da área.
 
Um deles é a criação de um abono que será dado até o fim do ano aos professores. O valor não foi apresentado na live, "pois depende de cálculos", segundo o prefeito Tadeu Filipe Fernandes de Abreu (PSC). 
 
O outro é a criação do piso salarial para educadores infantis. Capelinha não tinha definição a respeito do valor pago para os profissionais que atuam nas creches. Segundo o Portal da Transparência, os salários são de, em média, R$ 1.800 sem os descontos. A ideia é seguir o mesmo piso pago aos professores (aproximadamente R$ 3.200, sem os descontos)
 
"Os projetos já foram enviados para discussão, e esperamos que sejam votados rapidamente", finalizou o prefeito.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade