Publicidade

Estado de Minas COMEMORAÇÃO

Profissional do sexo faz vídeo e celebra vacinação em Ouro Preto

Lucimara Costa, de 31 anos, afirmou que momento é esperado pelas outras profissionais, que paralisaram as atividades com a pandemia da COVID


23/07/2021 20:05 - atualizado 23/07/2021 20:37

 
Profissional do sexo comemorou vacinação em Ouro Preto(foto: Reprodução/ Redes sociais)
Profissional do sexo comemorou vacinação em Ouro Preto (foto: Reprodução/ Redes sociais)
 A campanha de vacinação contra a COVID-19 avança em Ouro Preto, na Região Central de Minas Gerais. Nesta sexta-feira (23/07), a cidade vacinou o público de 31 anos ou mais e uma cena chamou a atenção: uma profissional do sexo que atua na cidade foi ao ponto de vacinação, localizado no Centro de Convenções, com trajes que costuma a usar no trabalho, e fez um vídeo comemorando a imunização.
 
A profissional do sexo, Lucimara Costa, de 31 anos, conta que a maioria das suas colegas que atuam na região, cerca de 300, têm a mesma faixa etária que a dela. Com a pandemia do coronavírus, tiveram que paralisar o trabalho e, assim, estão passando por necessidades financeiras.
 
"Estou muito satisfeita com a vacinação, porque era um momento muito esperado pelas profissionais do sexo, porque já estavam passado por dificuldades, Muitas delas são mães e avós que sustentam suas famílias", disse Lucimara.


Agradecimento
 
A profissional do sexo aparece no vídeo visivelmente emocionada. Ela conta que a felicidade é devida ao longo tempo de espera pelo imunizante e que o ativismo dela sobre a visibilidade da profissão deve ser presente até no momento de se vacinar.
 
De acordo com Lucimara Costa, a Associação das Prostitutas de Minas (Aprosmig) chegou a pedir que as profissionais do sexo fossem incluídas grupo prioritário do Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, mas a solicitação não foi aceita.
 
“A profissão não é regulamentada e nem reconhecida, tivemos o pedido ignorado e por isso hoje sou grata à Secretaria de Saúde de Ouro Preto por ter avançado aqui. Só no site onde divulgo o meu trabalho, somos 15 mulheres”.   
 
 
Prefeitura também comemora e alerta
 
Segundo o último Painel Transparência da Vacinação emitido pela Secretaria de Saúde de Ouro Preto na sexta-feira, 16 de julho, a população parcialmente imunizada é de 58,72%, e a totalmente imunizada, com as duas doses ou dose única, é de 25,91%. Quando se considera o percentual da população vacinável, ou seja, maiores de 18 anos, esses números aumentam.
 
 Na macrorregião central do Plano Minas Consciente, a cidade de Ouro Preto é que mais avançou na faixa etária. De acordo com a Secretaria de Saúde, ela tem autonomia para alterar a ordem da convocação do público desde que seja responsável pelas doses ofertadas. Desta forma, o município executa todo o estoque de vacinas na mesma semana em que o recebe, respeitando os lotes destinados à primeira e à segunda dose.
 
Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, o cálculo da faixa etária da população é feito cruzando dados do sistema Esus-VE com os dados dos usuários do SUS no município. A partir disso, são retiradas as pessoas que já foram vacinadas com prioridade, como os grupos com comorbidades, profissionais da saúde, da educação, da segurança e salvamento, da limpeza urbana, entre outros.
 
 Até o momento, 30% das doses que o governo mandava eram destinadas para grupos prioritários, e 70% para faixa etária, conforme as deliberações do estado de Minas Gerais.
 
A Secrrtaria de Saúde ressalta que é importante lembrar que o município ainda se encontra na onda vermelha do Plano Minas Consciente e que as medidas de isolamento para contenção do vírus continuam vigentes.  Além de atender aos ouro-pretanos, a Santa Casa de Ouro Preto também é responsável por atender as demandas dos municípios vizinhos e atualmente encontra-se com 95% dos leitos da UTI ocupados.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade