Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

BH chega a 6 mil mortos por COVID-19, e transmissão tem nova alta

Capital mineira registrou mais 18 vidas perdidas pela doença nesta quarta (14/7), conforme boletim epidemiológico


14/07/2021 20:52 - atualizado 14/07/2021 21:12

Mortes por COVID-19 chegam a 6.001, de acordo com boletim da prefeitura(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 14/06/2021)
Mortes por COVID-19 chegam a 6.001, de acordo com boletim da prefeitura (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 14/06/2021)
Belo Horizonte ultrapassou a marca de 6 mil mortos pela COVID-19 nesta quarta (14/7), informa o boletim epidemiológico e assistencial da prefeitura. Ao mesmo tempo, a transmissão do novo coronavírus sofreu nova alta e se manteve na zona de alerta da escala de risco.

 

 


Mais 18 óbitos entraram para o balanço neste boletim. Agora, a capital mineira registra 6.001 vidas perdidas pela doença.

Já o número de casos aumentou em 1.190. O total de diagnósticos é de 248.099: 5.093 pessoas em acompanhamento e 237.005 recuperadas, além daquelas que não resistiram à virose.

 

Atual cenário dos indicadores da pandemia em BH(foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
Atual cenário dos indicadores da pandemia em BH (foto: Janey Costa/EM/D.A Press)
 

 

Ao mesmo tempo, todos os indicadores da COVID-19 se mantiveram no patamar intermediário. A transmissão teve alta de 1 para 1,01. Portanto, em média, 101 pessoas se infectam na cidade a cada 100 casos confirmados.

 

 

 

A ocupação dos leitos de enfermaria para COVID-19 também aumentou: de 52,1% para 53,6%. Essa foi a quarta ascensão consecutiva do indicador.

 

 

 

A situação das camas de terapia intensiva para infectados pelo vírus, por outro lado, sofreu a segunda queda seguida: de 63,8% para 63,2%. A diminuição foi puxada, sobretudo, pelos hospitais particulares: de 52% para 48,5%.

Vacinação

Belo Horizonte chegou à marca de 1.265.756 vacinados contra a COVID-19 com a primeira dose nesta quarta. Outras 465.345 pessoas receberam a segunda.

Portanto, a capital mineira vacinou 55,07% do seu público-alvo com a primeira injeção. Por outro lado, 20,7% desse mesmo contingente completou o esquema vacinal.

Em relação ao boletim anterior, a prefeitura contabilizou mais 15.638 aplicações de vacinas em BH: 4.559 de primeira etapa e 11.079 de segunda.

Segundo números da prefeitura, 70.082 profissionais da educação tomaram a primeira dose do imunizante. Na mesma toada, 10.248 gestantes e puérperas receberam a injeção inicial.

Além deles, 198.914 trabalhadores da saúde, 18.667 servidores da segurança pública, 465.739 idosos acima de 60 anos e 205.629 pessoas do grupo de risco, deficientes e beneficiários do BPC receberam a injeção.

A população entre 43 e 59 representa 260.964 dos vacinados. Outros grupos, como os garis e os motoristas de ônibus, receberam 35.513 injeções de primeira dose.

A cidade recebeu 2.212.687 vacinas até aqui. A PBH não informa mais quantas doses recebeu de cada fórmula.

 

Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Posso beber após vacinar? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade