UAI
Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Boate ilegal e rua cheia: fiscais da PBH encerram aglomerações na madrugada

Agentes de Controle Urbanístico e Polícia Militar fecharam balada clandestina e dispersaram quem se espremia em rua do Centro da capital mineira


27/06/2021 15:23 - atualizado 27/06/2021 16:01

Fiscalização da PBH encerrou aglomeração em boate clandestina no Centro(foto: Redes Sociais/Reprodução)
Fiscalização da PBH encerrou aglomeração em boate clandestina no Centro (foto: Redes Sociais/Reprodução)
Agentes da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) fizeram operações para coibir aglomerações no Centro da cidade na madrugada deste domingo (27/6). Uma boate clandestina com cerca de 200 frequentadores, que funcionava na Rua Guajajaras, foi fechada. Antes, a equipe da Fiscalização de Controle Urbanístico e Ambiental dispersou uma pequena multidão que aproveitava a noite na Rua Rio de Janeiro, em frente a um bar.

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) deu apoio às intervenções. A PM e os fiscais chegaram à boate por volta das 2h. Ao avistarem a aproximação dos agentes, os responsáveis pelo espaço fecharam as portas, impedindo a entrada dos oficiais e saída dos frequentadores. O público da casa de diversões ficou trancado no espaço por cerca de 90 minutos. 

Com o som desligado e aglomerados por considerável tempo, os participantes da festa reclamaram pedindo a abertura dos portões.

Enquanto isso, policiais e fiscais da Prefeitura de BH estavam de “plantão” esperando a saída do “mar” de gente.

Os responsáveis pela boate, que não tem alvará de funcionamento e estava instalada no espaço que antes sediou um bar, conseguiram ir embora. Os fiscais, porém, identificaram funcionários do espaço, que conseguiram contato com os patrões, obrigados a voltar. O local foi interditado; os organizadores da festança, autuados.

 “O imóvel não tem nenhuma condição de segurança para os frequentadores. E nem para (o cumprimento) das medidas de combate à propagação da COVID-19”, diz, ao Estado de Minas, o fiscal Wilber Henrique, integrante da equipe de Controle Urbanístico e Ambiental da administração belo-horizontina.

Em casos do tipo, a prefeitura tem a prerrogativa de acionar o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para a tomada de providências. Um boletim de ocorrência foi aberto.

Cerveja e aglomeração


Mais cedo, à 1h deste domingo, os agentes se depararam com uma aglomeração na Rua Rio de Janeiro. A movimentação na via pública foi em decorrência de um botequim.

Policiais militares montaram um cordão de isolamento para que os fiscais da PBH pudessem chegar à porta do estabelecimento responsável pela aglomeração na área externa. O local, no entanto, teve as portas cerradas, assim que a presença dos agentes foi notada.

“Mesmo sem o grupo da fiscalização ser vacinado, estamos atuantes nas medidas de prevenção e combate à COVID-19”, afirma Wilber Henrique.

Em BH, bares e restaurantes devem fechar as portas às 22h, independentemente do dia. O setor de eventos ainda não está liberado.

A reportagem procurou a Prefeitura de BH, que confirmou as abordagens. O Poder Executivo municipal lembrou que a população pode utilizar o telefone 156 e o app PBH para denunciar irregularidades. A conscientização de familiares também é pedida pelas autoridades.


Leia mais sobre a COVID-19

Confira outras informações relevantes sobre a pandemia provocada pelo vírus Sars-CoV-2 no Brasil e no mundo. Textos, infográficos e vídeos falam sobre sintomasprevençãopesquisa vacinação.
 

Confira respostas a 15 dúvidas mais comuns

Guia rápido explica com o que se sabe até agora sobre temas como risco de infecção após a vacinação, eficácia dos imunizantes, efeitos colaterais e o pós-vacina. Depois de vacinado, preciso continuar a usar máscara? Posso pegar COVID-19 mesmo após receber as duas doses da vacina? Confira esta e outras perguntas e respostas sobre a COVID-19.


Quais os sintomas do coronavírus?

Desde a identificação do vírus Sars-CoV2, no começo de 2020, a lista de sintomas da COVID-19 sofreu várias alterações. Como o vírus se comporta de forma diferente de outros tipos de coronavírus, pessoas infectadas apresentam sintomas diferentes. E, durante o avanço da pesquisa da doença, muitas manifestações foram identificadas pelos cientistas. Confira a relação de sintomas de COVID-19 atualizada.

O que é a COVID-19?

A COVID-19 é uma doença provocada pelo vírus Sars-CoV2, com os primeiros casos registrados na China no fim de 2019, mas identificada como um novo tipo de coronavírus pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro de 2020. Em 11 de março de 2020, a OMS declarou a COVID-19 como pandemia.

(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)
(foto: Hudson Franco/EM/D.A Press)

Veja vídeos explicativos sobre este e outros tema em nosso canal


 

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade