Publicidade

Estado de Minas CRUELDADE

Agredido a pauladas, o pastor alemão Sansão luta pela vida

O cachorro, atacado em Caratinga, Leste de Minas, ganhou o mesmo nome do pitbull Sansão, que teve as patas traseiras mutiladas em Confins, na Grande BH


30/04/2021 19:14 - atualizado 30/04/2021 20:31

Sansão, o pastor alemão agredido a pauladas em Caratinga, momentos depois de chegar à Clínica Provet, onde foi acolhido pela equipe médica(foto: Aline Botelho/Divulgação)
Sansão, o pastor alemão agredido a pauladas em Caratinga, momentos depois de chegar à Clínica Provet, onde foi acolhido pela equipe médica (foto: Aline Botelho/Divulgação)
Os maus-tratos contra animais são componentes perversos de uma história que parece não ter fim. Os personagens são sempre os mesmos: gente cruel que tortura, mutila e impõe o sofrimento a animais indefesos.

E mais um capítulo dessa história está sendo escrito em Caratinga, no Leste de Minas. Na noite de terça-feira (27/4), um homem empunhou um pedaço de pau e desferiu vários golpes em seu cachorro, um pastor alemão, que não suportou o ataque e caiu, desacordado.
Pensando que o cachorro estivesse morto, o homem deu início ao último ato de sua crueldade: arrastou o animal e o descartou numa lixeira. A cena foi vista por alguns vizinhos, que ficaram revoltados com o suposto assassinato do cão e chamaram a Polícia Militar, que foi até a casa do agressor. 
 
O homem, de 39 anos de idade, que declarou aos policiais ter cursado apenas o ensino fundamental, justificou a agressão alegando que ganhou o cachorro já adulto, e que o animal precisava ser sacrificado, pois apresentava saliva excessiva na boca, desorientação e agressividade com os seus familiares. 
 
Depois do breve depoimento aos policiais militares, ele foi conduzido à delegacia, mas foi liberado em seguida. A Polícia Civil emitiu nota sobre o caso. "A Polícia Civil de Minas Gerais informa que o inquérito policial está em andamento na Delegacia de Polícia Civil em Caratinga.

Na data do fato, com as informações iniciais e depoimento do suspeito, a autoridade policial não encontrou elementos suficientes para ratificar o flagrante".
 

Um novo nome e uma nova vida

Se o último ato da tentativa de por fim à vida do pastor alemão foi consumado quando ele foi descartado como lixo, a história desse animal ganhou outros capítulos. Saíram de cena as pessoas cruéis e entraram em ação os anjos da guarda. 


 
O cachorro se debateu e conseguiu se arrastar para fora da lixeira. Enquanto isso, a notícia da agressão e da luta do cão pela sobrevivência virou assunto em grupos de WhatsApp e chegou até à cuidadora Amélia Gomes, uma mulher valente e que herdou de sua mãe o amor pelos animais. Ao tomar conhecimento da história trágica do cão agredido, ela apelou para as amigas Aline Botelho e Karine Sales, médicas veterinárias da Clínica Provet, de Caratinga.
 
O cachorro foi levado imediatamente para a clínica e, como não tinha nome, foi batizado como Sansão, em homenagem ao pitbull Sansão, que, em 6 de julho de 2020, teve as patas traseiras mutiladas por um homem, no Bairro Capim Seco, em Confins, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Sansão, o pitbull, ficou famoso e deu nome à Lei 14.064/20, que aumentou a pena para quem maltrata ou pratica abusos contra cães e gatos.
 
Na clínica, Sansão, o pastor alemão que é xará do pitbull famoso, passou por vários exames que detectaram a herliquiose, também conhecida como “doença do carrapato”. As médicas também viram nos exames que ele tem lesão hepática, além, claro, dos muitos traumas causados pelas pauladas que recebeu, principalmente na cabeça.
 
O estado de saúde de Sansão ainda inspira cuidados. Ele não consegue ficar de pé. Nos dias subsequentes à agressão, ele não comia nem bebia água. Mas, ontem, as médicas comemoraram uma importante vitória da vida: Sansão, mesmo deitado, conseguiu comer.
 
Agora, Amélia, a cuidadora que assumiu os cuidados com Sansão, junto com as médicas veterinárias Aline e Karine, torce como nunca pela recuperação do pastor alemão. E torce para que a Lei Sansão, criada para punir os agressores de animais, seja aplicada ao agressor pelas autoridades policiais de Caratinga e pela Justiça. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade