Publicidade

Estado de Minas UTI SUPERLOTADA

'As pessoas estão morrendo e a culpa é sua', diz Prefeitura de Guaxupé

Com mensagem forte, Executivo tenta chamar a atenção de quem não segue as regras de distanciamento após agravamento da COVID-19 e ocupação de UTIs na cidade


22/03/2021 17:49 - atualizado 22/03/2021 20:59

Prefeitura de Guaxupé quer chamar atenção da população com mensagem forte(foto: Ascom/divulgação)
Prefeitura de Guaxupé quer chamar atenção da população com mensagem forte (foto: Ascom/divulgação)
A Prefeitura de Guaxupé decidiu usar uma mensagem forte para chamar a atenção da população após o agravamento da COVID-19. “As pessoas estão morrendo e a culpa é sua” são os dizeres na imagem divulgada após a UTI da Santa Casa da cidade atingir 124% de ocupação.

O muncípio tem 2.778 casos do novo coronavírus e 46 mortes em decorrência da doença.

 

Guaxupé aderiu à Onda Roxa, fase mais restritiva do Programa Minas Consciente, com o toque de recolher das 20h às 5h. Mas, de acordo com a secretaria municipal de Saúde, Daniela Bettelli, a população não está colaborando com medidas restritivas.

 

Secretária de Saúde fala sobre agravamento da COVID-19(foto: Reprodução Internet)
Secretária de Saúde fala sobre agravamento da COVID-19 (foto: Reprodução Internet)
“O que estamos falando agora é de saúde. O profissional de saúde não quer ser tido como guerreiro, não quer aplausos. Ele quer ser respeitado, quer que você fique em casa. Estamos falando que as pessoas estão morrendo. A COVID-19 não escolhe. Não tem mais essa que é idoso. Todos estamos vulneráveis”, alerta.

 

Com o aumento de casos da doença em Guaxupé, a Santa Casa atingiu 124% da ocupação de leitos de UTI.

“Chegamos ao maior índice de ocupação da Santa Casa desde o início da pandemia. Que foram 17 paciente internados na UTI SUS e um paciente na UTI convênio. Chegamos a 124% de ocupação. Infelizmente ontem, ou a Santa Casa colocava pessoas para dentro ou elas perdiam suas vidas, porque a região inteira não tem leitos de UTI”, ressalta.

 

Segundo a prefeitura, a administração municipal está fazendo a parte dela, e espera a adesão dos moradores, com as medidas de distanciamento social.

No fim de semana, foram 30 abordagens e 10 autuações.

 

Colapso

“Só não estamos no colapso, faltando oxigênio igual aconteceu em Manaus, porque no começo da pandemia, com o recurso do Governo Federal, fizemos investimento e compramos uma usina. Se não fosse isso, estaríamos sofrendo sem oxigênio”, afirma.

 

Outra preocupação da prefeitura é a proximidade de Guaxupé com cidades paulistas.

De acordo com a prefeitura, ações vêm sendo tomadas para evitar aglomerações. “Se você está pensando em vir para Guaxupé e adoecer, infelizmente, não temos um leito para cuidar de você”, apela.

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade