Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Igarapé, na Grande BH, faz apelo por doação de cilindros de oxigênio

Prefeitura afirmou que tem contrato para o fornecimento do gás, mas está com dificuldades de conseguir vasilhames vazios para atender pacientes com COVID-19


21/03/2021 20:39 - atualizado 21/03/2021 20:56

Prefeitura de Igarapé possui contrato para fornecimento de oxigênio, mas está com dificuldade para conseguir cilindros vazios(foto: Divulgação/Ministério da Saúde)
Prefeitura de Igarapé possui contrato para fornecimento de oxigênio, mas está com dificuldade para conseguir cilindros vazios (foto: Divulgação/Ministério da Saúde)

A Prefeitura de Igarapé, na Grande BH, fez um apelo nas redes sociais solicitando doação ou empréstimo de cilindros vazios de oxigênio. De acordo com o pedido, feito neste domingo (21/03), o município afirmou que tem contrato para o fornecimento do gás, mas a dificuldade maior no momento está em conseguir os vasilhames para ampliar o estoque.

No comunicado, a prefeitura destacou que não há recipientes disponíveis para compra no mercado e que necessita da doação ou empréstimo dos vasilhames por parte da população. “Para que nossa cidade não fique sem esse socorro essencial aos doentes, pedimos, a quem tiver, doação ou empréstimo dos cilindros (balões)", disse.

De acordo com o Executivo municipal, Igarapé registrou 112 novos casos de COVID-19 somente nesta semana. A cidade tem pacto com Betim para transferir pacientes com quadro grave de coronavírus, mas, segundo a prefeitura, a administração do município vizinho informou que não tem condições de receber doentes atualmente.

“Precisamos de conseguir mais cilindros para garantir socorro emergencial a nossa população. É uma questão de salvar vidas”, concluiu a prefeitura.

Medidas restritivas

Para tentar conter o avanço da COVID-19, a prefeitura decidiu vetar o funcionamento dos supermercados em Igarapé aos fins de semana. Estabelecimentos do tipo fecharam as portas às 20h de sexta-feira (19/03), por exemplo, e só voltarão a abrir nesta segunda-feira (22/03).
Durante a semana, o comércio em Igarapé deve fechar às 20h, assim como prega a onda roxa, do programa Minas Consciente, fase mais restritiva do plano em que todo o estado está incluso atualmente. Após o horário, apenas entregas estão permitidas.

Nos fins de semana no município da Grande BH, poderão funcionar apenas unidades de saúde, farmácias, postos de combustíveis, transporte coletivo por ônibus e privado por aplicativo, entre outros. Vale lembrar que a onda roxa permite o funcionamento de supermercados aos fins de semana. A decisão de fechar, neste caso, foi tomada pela Prefeitura de Igarapé.

Veja, na íntegra, o apelo da prefeitura

Precisamos de todos, agora!

Estamos fazendo um apelo para quem puder nos doar ou emprestar cilindros para armazenar oxigênio . O município tem um contrato para o fornecimento do gás, mas estamos tendo dificuldade em conseguir os vasilhames para ampliar o nosso estoque, que é uma medida preventiva necessária, neste momento de agravamento de casos de covid-19 em toda Minas Gerais.

Somente nessa última semana, Igarapé registrou 112 novos casos da doença. Ampliamos o número de leitos para atender a covid-19 e reforçamos as medidas necessárias para evitar a propagação do vírus.

Mas estamos diante de uma situação grave em todos os municípios. Igarapé é pactuado com Betim para transferência de casos graves, nas já fomos comunicados que Betim não tem hoje condições de receber nossos doentes. Precisamos de conseguir mais cilindros para garantir socorro emergencial a nossa população. É uma questão de salvar vidas.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
  • Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade