Publicidade

Estado de Minas COMBUSTÍVEIS

Reunião entre governo de Minas e tanqueiros termina sem acordo

Secretaria de Governo pediu prazo para avaliar a proposta e lembrou que a situação financeira do estado não permite a redução do ICMS sobre os combustíveis


05/03/2021 20:14 - atualizado 05/03/2021 20:39

O impasse sobre a alíquota do ICMS gerou a greve dos tanqueiros que provocou uma corrida aos postos de combustíveis, na semana passada(foto: Jair Amaral/EM/D.A Presss)
O impasse sobre a alíquota do ICMS gerou a greve dos tanqueiros que provocou uma corrida aos postos de combustíveis, na semana passada (foto: Jair Amaral/EM/D.A Presss)
Uma reunião entre representantes das Secretarias de Governo (Segov), Planejamento e Gestão (Seplag) e Fazenda (SEF) com o Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sindtanque-MG) na tarde desta sexta-feira (5/3) terminou sem acordo sobre o preço do óleo diesel e futuras paralisações da categoria. 
 
 

Em nota, o governo de Minas disse que “se comprometeu a avaliar alternativas econômico-financeiras que atendam à categoria e, em tempo hábil, dará retorno a eles.”

Membros do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro) também participaram do encontro.

A nota ainda destaca que, “no momento, em virtude da situação financeira de Minas Gerais, a Lei de Responsabilidade Fiscal exige uma compensação para aumentar receita em qualquer movimento de renúncia fiscal, o que não torna possível a redução da alíquota do ICMS dos combustíveis.”

Os representantes do Sindtanque-MG decidiram suspender a greve enquanto tentam negociar com o governo de Minas. A ideia do sindicato é reduzir de 15% para 12% a alíquota. A reportagem do Estado de Minas tentou contato com o Sindtanque-MG, mas não havia recebido retorno até a publicação deste texto, para saber se a greve continua suspensa. 

*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade