Publicidade

Estado de Minas REAJUSTE NA PETROBRAS

Contra aumento do diesel, caminhoneiros protestam em rodovia em Vespasiano

Transportadores ocuparam os acostamentos da MG-424, em Vespasiano, já a partir da madrugada desta terça-feira (2/3)


02/03/2021 09:42 - atualizado 02/03/2021 11:50

Caminhoneiros parados no acostamento nos dois sentidos da rodovia nesta terça (2/3)(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Caminhoneiros parados no acostamento nos dois sentidos da rodovia nesta terça (2/3) (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)


Dezenas de caminhoneiros protestaram, na manhã desta terça-feira (2/3), contra o aumento do preço do diesel e outros combustíveis. Em Minas, uma das primeiras manifestações ocorreu na MG-424, em Vespasiano, Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a concentração começou na madrugada e ocorria de forma pacífica. Os veículos ficaram parados nos acostamentos de ambos os sentidos da rodovia, sem interromper o trânsito. 
Viaturas da PMRv monitoravam o local, que fica próximo à Cidade do Galo, centro de treinamento do Atlético. 

Pouco antes das 9h, outras viaturas chegaram ao local e dispersaram os manifestantes, segundo o caminhoneiro Nelson Martins Filho. “Agora vieram outros batalhões da PM, Choque, ameaçando prender, não estão apoiando, estão liberando a pista”, reclamou. Martins afirma que nenhum condutor foi coagido a parar.



Aos 60 anos, sendo 42 dedicados ao transporte, o morador de Sete Lagoas, na Região Central, lamentou a falta de apoio aos protestos da categoria. “A nossa briga não é só para baixar o diesel. Queremos que baixe a gasolina, o álcool, o gás de cozinha. Quando a gente faz uma greve, pode notar que na maioria dos postos o pessoal faz fila para pagar gasolina. Ninguém se importa de pagar R$ 10 reais o litro.  O que sobra para nós caminhoneiros é passar vergonha na pista”, disse. 

Segundo ele, algumas pessoas que passavam de carro pela MG-424 xingavam os condutores. Com a desmobilização na rodovia, ele vai seguir viagem, mas aguarda os próximos movimentos. 



Outro lado


Segundo manifestante, intervenção da PM desmobilizou o protesto(foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
Segundo manifestante, intervenção da PM desmobilizou o protesto (foto: Edésio Ferreira/EM/DA Press)
A Polícia Militar, por sua vez, informou que recebeu uma chamada dizendo que os manifestantes estavam bloqueando a passagem de outros caminhões, e que eles tinham a intenção de fechar a rodovia, mas foram orientados a manter as filas no acostamento. Militares do 36º Batalhão da PM, que fica em Vespasiano, seguiram para o local. A corporação informou que viaturas escoltaram caminhoneiros que eram impedidos de transitar pelo local. Algum tempo depois, o helicóptero Pégasus, da PM, sobrevoou a MG-424 e constatou que o trânsito fluía normalmente.

Reajuste 


Nessa segunda-feira (1º/3), a Petrobras anunciou o quinto aumento do preço dos combustíveis no ano. A gasolina aumentou 4,8%, o diesel, 5%, e o preço do gás de cozinha foi elevado em 5,2%. Os aumentos começaram a ser aplicados hoje nas refinarias da estatal. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade