Publicidade

Estado de Minas

Polícia Civil fiscaliza postos de BH que tiveram aumentos nos combustíveis

Abordagens foram feitas em vários estabelecimentos da capital mineira. Ações prometem seguir neste fim de semana


26/02/2021 21:42 - atualizado 26/02/2021 22:32

Policiais investigaram aumento abusivo de preço em vários postos(foto: Polícia Civil/Divulgação)
Policiais investigaram aumento abusivo de preço em vários postos (foto: Polícia Civil/Divulgação)
 
Por causa de denúncias anônimas de aumentos abusivos nos preços dos combustíveis, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Defesa do Consumidor, fiscalizou vários postos de Belo Horizonte nesta sexta-feira com o intuito de descobrir possíveis altas, sobretudo da gasolina e do álcool.
 
Ao longo de todo o dia, motoristas enfrentaram longas filas para abastecer os veículos em virtude da alta procura. A BH Trans emitiu comunicado para informar aos condutores que havia longos trechos de congestionamento na capital mineira em virtude do caos provocado pela manifestação.

A grave foi deflagrada pelo Sindicato das Empresas Transportadoras de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (SindTanque). A categoria pede redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que incide sobre o preço do óleo diesel de 15% para 12%.  

Pela manhã, o litro de gasolina variava entre R$ 5,12 e R$ 5,39 o litro. Já o álcool era vendido por valores entre R$ 3,59 e R$ 3,89 por litro. 

A Polícia recebeu um vídeo no qual um posto estaria, supostamente, vendendo o litro da gasolina em um preço superior a R$ 8. Mas depois de abordagem feita no local, policiais constaram que a informação não procedia. As ações devem continuar neste final de semana.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade