Publicidade

Estado de Minas CHUVA

Lagoa Santa: Lagoa Central continua alagada e segue acima do nível

Parte da orla foi invadida pela água; lagoa transbordou devido às últimas chuvas


20/02/2021 17:56 - atualizado 20/02/2021 18:27

Orla no fim da tarde deste sábado (20/02)(foto: Fotos: Carlos Altman/EM/DA Press)
Orla no fim da tarde deste sábado (20/02) (foto: Fotos: Carlos Altman/EM/DA Press)
Parte da orla da Lagoa Central, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, continuou alagada na tarde deste sábado devido às fortes chuvas que caíram na cidade nos últimos dias. A lagoa transbordou em vários pontos, entre os bairros Centro e Várzea.

Segundo informações, o vertedouro que poderia esvaziar o volume de água estaria entupido. E a previsão, se parar de chover, é de que a orla fique alagada por, pelo menos, cerca de 5 dias.

Nessa sexta-feira (19/02), a Defesa Civil da cidade informou que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano abriria mais comportas do vertedouro para aumentar o escoamento do excesso de água e este procedimento será monitorado para evitar o transbordamento do Córrego Bebedouro, que vai receber a água da Lagoa Central.



Pontos de alagamento


De acordo com moradores, vários pontos da cidade ficaram alagados e em uma escola de inglês que fica na rua paralela à orla, a água atingiu um metro de altura. Na mesma rua passa um canal de drenagem, conhecido como Rasgão, que também transbordou.

Em outro ponto da cidade, no Bairro Palmital, uma moradora da Rua Firmino Gonçalves disse que uma obra realizada na rua, no final do ano passado, deixou o trecho impossibilitado de escoar a água da chuva e todas as vezes que chove, tudo fica inundado.

 De acordo com o Corpo de Bombeiros, três pessoas ficaram ilhadas dentro do Centro de Integração Empresa-Escola, localizado na Rua Conde Dolabela, no Bairro Várzea. Ainda segundo os bombeiros, a chamada foi às 15h. Quando a equipe de resgate chegou ao local, por volta das 16h, as pessoas ilhadas já haviam sido retiradas e levadas para um local seguro.

Outro ponto da lagoa que ficou totalmente submerso foi próximo à Praça Felipe Rodrigues, em frente ao Poliesportivo, no Bairro Lindolfo da Costa Viana. (Com informações de Nivia Machado - Especial para o EM e Carlos Altman)


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade