Publicidade

Estado de Minas MODELO REMOTO

Comunidade escolar de Uberaba vota e decide retorno das aulas 100% digital

Para decidir sobre o modelo nesta volta às aulas, a prefeitura da cidade optou por realizar pesquisa com pais/responsáveis pelos alunos e com os servidores


27/01/2021 09:21 - atualizado 27/01/2021 09:39

A secretária de Educação de Uberaba, a professora Sidnéia Zafalon, durante reunião com parte da comunidade escolar(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
A secretária de Educação de Uberaba, a professora Sidnéia Zafalon, durante reunião com parte da comunidade escolar (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Após resultado de pesquisa popular realizada de 15 a 24 de janeiro pela Secretária de Educação de Uberaba com 10.084 integrantes da comunidade escolar da cidade, ficou decidido que o ano letivo de 2021 da rede municipal de Ensino começará com aulas remotas, ou seja, totalmente digitais.

Assim como várias partes do Brasil, Uberaba vive atualmente uma 'segunda onda' da doença com cerca de 100 novos registros de casos da doença por dia. Em dezembro do ano passado, os registros dos novos casos diários eram de 20 a 30.

Das 10.084 respostas à pesquisa, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura de Uberaba, responderam 7.102 pais/responsáveis pelos alunos da rede municipal; 406 de pais/responsáveis pelos estudantes das Organizações da Sociedade Civil (OSC’s) parceiras da Prefeitura e 2.576 de servidores públicos municipais.

Ainda segundo a pesquisa da Secretaria Municipal de Educação (Semed), entre os pais de alunos da rede, 65,3% disseram ser favoráveis ao modelo 100% digital, enquanto 19,7% optaram pelas aulas presenciais e 14,9% se posicionaram a favor do sistema híbrido. 

“Já entre pais/responsáveis pelos estudantes das OSC’s, os resultados apurados pelo levantamento da Semed foram os seguintes: 53,2% são favoráveis às aulas remotas, 31,5% ao modelo presencial e 15,3% a favor do sistema híbrido.

Do total de 2.576 servidores públicos municipais que responderam ao levantamento, 71,1% são a favor das aulas remotas, 18,3% do modelo híbrido e 10,6%, presencial”, informou nota da assessoria da prefeitura de Uberaba.

A secretária de Educação de Uberaba, a professora Sidnéia Zafalon, contou que também tanto o Conselho Municipal de Educação quanto o Sindicato dos Educadores do Município (Sindemu) se manifestaram a favor das aulas remotas e, além disso, recentemente, solicitaram a vacinação dos servidores. 

Outros resultados da pesquisa

Na pesquisa da Semed também foi perguntado se os pais/responsáveis levariam os filhos para a escola/Cemeis, sendo adotado o modelo presencial das aulas. 50,4% disseram que somente depois da vacina, 27,7% não mandariam e 21,9% levariam os filhos.

Entre os pais/responsáveis pelos alunos das OSC’s, 49,8% responderam que encaminharão os filhos para aulas presenciais depois da vacina, enquanto 20,2% não levariam e 30% disseram sim.

Também havia o questionamento se os servidores retornariam ao trabalho, sendo adotado o modelo presencial, e 55,51% responderam que somente depois da vacinação; 40,02% sim e 4,46% disseram que não retornariam.

O levantamento ainda apurou que 75,6% dos alunos da rede municipal de ensino de Uberaba têm computador, celular ou tablet, além de acesso à internet para assistirem às aulas, enquanto o índice é de 68,7% entre os estudantes das instituições parceiras da Prefeitura. 

Já entre os servidores, 94,4% disserem ter computador, celular ou tablet, além de acesso à internet para as aulas.

A portaria com o calendário escolar da rede municipal de Ensino fixou o início do primeiro semestre de 2021 no dia 3 de fevereiro e do ano letivo no dia 4.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade