Publicidade

Estado de Minas INSUMOS

COVID-19: Governo de MG envia 7 milhões de seringas às regionais do estado

Expectativa é de que até segunda-feira (18/1) processo de entrega dos insumos tenha sido concluído


14/01/2021 19:07 - atualizado 14/01/2021 20:50

Com insumos já entregues, vacinação em Minas deve começar 24 horas depois da liberação da Anvisa(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Com insumos já entregues, vacinação em Minas deve começar 24 horas depois da liberação da Anvisa (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

Enquanto espera o aval do Ministério da Saúde para a liberação das vacinas, o governo de Minas já providenciou o envio de pelo menos 7 milhões de seringas e agulhas às regionais de saúde do estado. A expectativa da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) é de que até segunda-feira (18/1) o processo esteja concluído e todas as regionais já estejam com os materiais prontos para a imunização em massa.
 
A Região Metropolitana de Belo Horizonte recebeu 882 mil seringas até o momento. Em seguida, a regional de Montes Claros foi a que mais recebeu isumos no interior (342 mil). Uberlândia (338 mil), Pouso Alegre (327,7 mil), Varginha (300 mil), Juiz de Fora (294 mil), Coronel Fabriciano (256 mil), Uberaba (250 mil) e Sete Lagoas (194 mil) também estão com as entregas avançadas.
 
Outras regionais que receberão seringas até segunda-feira são Alfenas (164 mil), Barbacena (170 mil), Diamantina (132 mil), Itabira (148 mil), Januária (142 mil), Ituiutaba (67,7 mil), Leopoldina (91 mil), Manhuaçu (149 mil), Passos (145 mil), Patos de Minas (142 mil), Pedra Azul (109 mil), Ponte Nova (121 mil), São João del Rei (92,2 mil), Teófilo Otoni (179 mil), Ubá (161 mil), Unaí (80 mil) e Pirapora (42 mil).
 
O governador Romeu Zema (Novo) afirmou que a vacinação em Minas Gerais começará 24 horas depois que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberar o uso emergencial da Coronavac/Sinovac Biotech e da AstraZênica/Oxford, o que deve ocorrer no domingo.  
 
O governo também anunciou que mais de 450 câmeras frias, que servirão para armazenamento dos imunizantes, também foram entregues. No total, 617 freezers, com capacidades entre 200 e 400 litros, foram adquiridos. O transporte é feito por meio de caminhões baús dos Correios, com os quais a SES-MG fez contrato de exclusividade.



A Subsecretária de Vigilância em Saúde, Janaína Passos de Paula, entende que Minas já está com a estrutura pronta para vacinar a população com segurança e agilidade: “Todo o processo de compras e de logística de distribuição foi planejado com antecedência. Quando as vacinas contra a COVID-19 chegarem, os municípios estarão abastecidos com as seringas agulhadas para darem início à vacinação”.
 
O processo de logística e distribuição dos insumos está sendo feito em parceria pelos Bombeiros, Polícia Militar, Defesa Civil, além do auxílio das Forças Armadas.

O governo prevê que a logística para organizar a imunização da população contra a COVID-19 será semelhante à utilizada nas campanhas contra a Influenza em anos anteriores. As seringas e agulhas saem do almoxarifado da Secretaria e da Rede Estadual de Frio do estado. A partir daí, elas são transportadas a cada uma das regionais de saúde, que contatam os municípios. Eles são responsáveis por providenciar o recolhimento e armazenamento adequado dos materiais.












receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade