Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Receita Federal doa equipamentos eletrônicos para instituições de ensino

Mercadoria avaliada em R$ 200 mil foi apreendida em fiscalizações; cerca de 100 celulares serão emprestados a estudantes em atividades de ensino remoto


25/11/2020 13:06 - atualizado 25/11/2020 14:02

Mercadoria doada foi apreendida em fiscalizações da Receita Federal(foto: Receita Federal/Reprodução)
Mercadoria doada foi apreendida em fiscalizações da Receita Federal (foto: Receita Federal/Reprodução)
A Receita Federal, em Poços de Caldas, no Sul do estado, doou celulares e equipamentos eletrônicos que haviam sido apreendidos em fiscalizações na região. O material foi entregue na manhã desta quarta-feira (25) ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas (Ifsuldeminas) e à Universidade Federal de Lavras (Ufla).

A mercadoria foi entregue durante uma solenidade em um depósito do órgão federal. Segundo o delegado da Receita, Michel Lopes Teodoro, a carga está avaliada em quase R$ 200 mil.

 

 

 

O Ifsuldeminas recebeu cerca de 100 celulares que serão distribuídos em todos os campi e emprestados a estudantes em atividades de ensino remoto. “É muito importante que órgãos federais busquem ações como essa e dêem o exemplo na otimização dos recursos e na boa gestão pública”, disse o reitor do Instituto Marcelo Bregagnoli.

IFSULDEMINAS e UFLA receberam cerca de R$ 200 mil em equipamentos eletrônicos(foto: Receita Federal/Reprodução)
IFSULDEMINAS e UFLA receberam cerca de R$ 200 mil em equipamentos eletrônicos (foto: Receita Federal/Reprodução)
Além de celulares, a Ufla recebeu fones de ouvido, ferramentas, impressoras, lâmpadas de LED, relógios, caixas de som e cartuchos de tinta para impressora. Os equipamentos serão utilizados no projeto Biomecânica Aplicada à Reabilitação Humana (Bearh).   

De acordo com o responsável pela destinação dos produtos, o analista tributário Edir Simões Junior, a iniciativa também contribui para desafogar os depósitos e diminuir custos de armazenagem e controle de mercadorias. “É uma forma rápida de agilizar o fluxo de saída e abreviar o tempo da permanência desses materiais em depósitos, disponibilizando espaços para novas apreensões. Também evita a obsolescência e a depreciação dos bens”, afirmou o analista.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade