Publicidade

Estado de Minas LESTE DE MINAS

'Tchau, querido!' Outdoor democrata provoca Donald Trump em Valadares

Rogério Brasil, o mineiro que mandou instalar o outdoor, disse que esta foi uma maneira de dizer que os imigrantes brasileiros estão na luta pela reforma imigratória nos EUA


24/11/2020 13:50 - atualizado 24/11/2020 14:27

'Tchau, querido! Trump derrotado, saindo pela direita'; outdoor provoca trumpistas em Governador Valadares(foto: Tim Filho/Especial para o EM)
'Tchau, querido! Trump derrotado, saindo pela direita'; outdoor provoca trumpistas em Governador Valadares (foto: Tim Filho/Especial para o EM)
Se era por falta de adeus, Donald Trump já pode deixar a Casa Branca. Em Governador Valadares, um outdoor instalado na Rua Sete de Setembro, deu adeus a Trump: Tchau, querido! O cartaz foi colado em uma placa que fica ao lado de outra, que há pouco mais de um mês, antes das eleições presidenciais nos Estados Unidos, ostentava uma foto de Donald Trump, confiante, acenando aos valadarenses.
Neste novo cartaz, Trump aparece de saída, perto da bandeira americana, salpicada de estrelas. Foi troco? De certa forma, sim. “Acabou o pesadelo para o imigrante que vive por aqui, trabalha duro, paga seus impostos, gera riqueza para o país e vinha sendo perseguido pela administração Trump”, explica Rogério Brasil, de 60 anos, um valadarense que mora nos Estados Unidos há 22 anos.

Foi dele a ideia de instalar o outdoor na mesma área que até antes da eleição estadunidense era uma espécie de território republicano em Governador Valadares. Rogério Brasil, que mora em Marlboro, próximo a Boston, mas é conhecido na comunidade brasileira como Rogério Maria Braga (nome que usa como locutor de uma web radio), disse que a euforia com a vitória de Joe Biden e Kamala Harris entre os brasileiros foi contida, embora tenha sido "uma vitória para lavar a alma".

“A festa foi discreta, porque a grande maioria não tem documentos e não pode se expor. A eleição de Biden é uma esperança para todos e irá resgatar a longa espera por uma reforma migratória. A obrigação de nós brasileiros, documentados, é lutar para que todos tenham essa oportunidade. O outdoor com o ‘Tchau, querido!’ foi uma maneira de dizermos que estamos nesta luta”, explicou Rogério Brasil.

Quem viu o outdoor com certa reserva foi Edson Delana, o mineiro de São Geraldo da Piedade, que mandou instalar o outdoor pró-Trump no mês passado. E viu in loco. Delana tirou uns dias de férias e está em Governador Valadares rever os amigos e a família. “O meu outdoor mostrava quem é Donald Trump. Eu jamais faria algo pra menosprezar alguém. Se o Trump ganhasse, eu não faria um outdoor menosprezando o outro candidato, que não vale nada pra mim. Mas se eles fizeram, deixa fazer”.

Delana mantém a mesma posição de Donald Trump acerca das eleições presidenciais nos Estados Unidos. “Ainda não acabou, houve fraude, mas a máquina deles (Democratas) é poderosa", disse, lembrando que Trump está provando tudo.

Polêmicas à parte, o outdoor da Rua Sete de Setembro, com o “Tchau, querido”, chama a atenção de muitos que passam pelo local, e veem o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump indo embora, derrotado, junto a sua “star spangled-banner”, a bandeira salpicada de estrelas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade