Publicidade

Estado de Minas VOCÊ É A FAVOR?

Abrasel pede para que Minas permita venda de bebidas alcoólicas no domingo de eleições

Argumento da associação é de que setor foi duramente afetado pela pandemia da COVID-19 e que precisa funcionar neste domingo (15)


11/11/2020 20:31 - atualizado 11/11/2020 20:55

Guerra judicial entre prefeitura e Abrasel marcou retorno dos bares e restaurantes em BH(foto: Túlio Santos/EM/D.A Press - 28/08/2020)
Guerra judicial entre prefeitura e Abrasel marcou retorno dos bares e restaurantes em BH (foto: Túlio Santos/EM/D.A Press - 28/08/2020)
A Associação de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel/MG) articula para permitir a compra e venda de bebidas alcoólicas neste domingo (15), quando acontece o primeiro turno das eleições municipais.

 

A justificativa da Abrasel é de que o setor já foi prejudicado com perdas financeiras durante a pandemia da COVID-19.

 

Em BH, por exemplo, os bares e restaurantes ficaram fechados por quase seis meses. Após uma guerra judicial com a prefeitura, esses estabelecimentos voltaram a funcionar no dia 4 de setembro.

 

Historicamente, contudo, a proibição sempre persistiu em Minas Gerais. O receio das autoridades é que os eleitores participem do pleito sob efeito do álcool, o que pode influenciar no voto. 

 

Como estratégia, o presidente da associação, Matheus Daniel, entregou um ofício ao general Ramon Marçal da Silva, da Subsecretaria de Inteligência e Atuação Integrada, vinculada à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública.

 

Matheus também se encontrou com o secretário-geral do Estado, Mateus Simões, na Secretaria-Geral do governador Romeu Zema (Novo).

 

Porém, o governo estadual ainda não acatou o pedido da Abrasel, segundo a entidade.

 

A reportagem procurou a assessoria de imprensa do governo de Minas Gerais e aguarda resposta. Essa nota será atualizada em caso de manifestação da gestão Zema.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade