Publicidade

Estado de Minas MINAS EM CHAMAS

Bombeiros registram quase 100 incêndios só neste domingo em Minas; Serra do Cipó e Itacolomi são alvos

Unidades de conservação estão entre os locais atingidos, além de lotes vagos e outras vegetações, informa a corporação


04/10/2020 11:09

Fogo faz parte da paisagem da Serra do Cipó há oito dias(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Fogo faz parte da paisagem da Serra do Cipó há oito dias (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)

 

A fusão entre o calor intenso, o tempo seco e a irresponsabilidade humana causa um verdadeiro pesadelo para os bombeiros e brigadistas espalhados por Minas Gerais.

 

E os números representam o tamanho do problema: só nas primeiras nove horas deste domingo (4), o Corpo de Bombeiros computou 97 incêndios em Minas Gerais.

 

As ocorrências se dividem entre lotes vagos e vegetações. Até mesmo unidades de conservação são atingidas, casos dos parques Nacional da Serra do Cipó, que se estende por cidades da Grande BH e da Região Central, e Estadual do Itacolomi, em Ouro Preto (Central).

 

Serra do Cipó

 

Incêndio na Serra do Cipó já atinge as margens da MG-10(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Incêndio na Serra do Cipó já atinge as margens da MG-10 (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
 

 

Na Serra do Cipó, a ocorrência já se estende pelo oitavo dia consecutivo. O balanço deste domingo traz como novidade o fato de o fogo ter ultrapassado a mata ciliar do Rio Mascates.

 

Durante a madrugada deste domingo, as chamas alcançaram a sede administrativa da Serra do Cipó, por volta das 5h. Apesar de a estrutura está isolada por aceiros, a preocupação das autoridades é que o fogo alcance as moradias que estão próximas.

 

Bombeiros, brigadistas e voluntários trabalham nessa frente dos trabalhos. Além dessa, há combatentes em três outros locais: as regiões conhecidas como Alto Palácio, Capão dos Palmitos e Mata das Flores.

 

Como se não bastasse os desafios para o combate do fogo, brigadistas informaram à reportagem que há negligência por parte dos turistas que frequentam a Serra do Cipó.

 

Apesar da situação grave, muitos ainda visitam o parque e cachoeiras particulares da região. Há relatos de que este fim de semana é o mais movimentado na Serra do Cipó desde a flexibilização comercial.

 

Tal fator traz dificuldades até para que brigadistas e voluntários consigam vagam em pousadas ao redor do parque. Uma das cachoeiras mais populares da região, a Véu da Noiva está cheia de pessoas, mesmo com os incêndios.  

 

Efetivo 

 

Aviões Air Tractor são ferramenta primordial para o trabalho dos brigadistas, bombeiros e voluntários(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Aviões Air Tractor são ferramenta primordial para o trabalho dos brigadistas, bombeiros e voluntários (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
 

 

Conforme relatório dos bombeiros e do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMbio), 165 pessoas estão envolvidas nos trabalhos deste domingo.

 

O efetivo está dividido em 76 brigadistas do Instituto Chico Mendes e quatro do Instituto Estadual de Florestas (IEF), 13 bombeiros, 31 voluntários e três pilotos e cinco apoiadores (operacional e caminhão-tanque) dos aviões AirTractor.

 

Além de quatro tripulantes de helicóptero vinculados ao ICMBio e outros dois da aeronave dos bombeiros.

 

Ainda fazem parte do efetivo cinco servidores das prefeituras de Jaboticatubas e Santana do Riacho (motoristas de caminhões-pipa) e dois motoristas de caminhão de combustível vinculados ao governo do estado.

 

No comando da operação, estão sete servidores do ICMbio, quatro voluntários, dois militares do Corpo de Bombeiros e um pesquisador da UFMG. Há, ainda, três policias militares do Meio Ambiente e três analistas ambientas do Instituto Chico Mendes.

 

Itacolomi

 

Muita fumaça toma conta de Ouro Preto nos últimos dias: resultado do incêndio no Parque Estadual do Itacolomi(foto: Reprodução/WhatsApp)
Muita fumaça toma conta de Ouro Preto nos últimos dias: resultado do incêndio no Parque Estadual do Itacolomi (foto: Reprodução/WhatsApp)
 

 

Chegou ao terceiro dia consecutivo o incêndio que atinge o Parque Estadual do Itacolomi, em Ouro Preto, Região Central do estado. As chamas começaram na manhã dessa sexta-feira (2).

 

O posto de comando está instalado na sede do parque, na altura do Km 98 da BR-356. O efetivo empenhado neste domingo é de 61 pessoas, entre militares, brigadistas, servidores estaduais e voluntários.

 

Eles contam com apoio de um drone, dois aviões Air Tractor e um helicóptero, informou os bombeiros.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade