Publicidade

Estado de Minas TRIANGULO MINEIRO

Incêndio em casa em Uberaba teria sido criminoso, dizem bombeiros

De acordo com a proprietária da residência, a filha, que também é moradora, colocou fogo na casa, pegou o filho e saiu de carro


23/09/2020 15:39 - atualizado 23/09/2020 16:00

A ocorrência foi registrada por volta das 13h desta quarta-feira (23)(foto: Divulgação/ CBMMG)
A ocorrência foi registrada por volta das 13h desta quarta-feira (23) (foto: Divulgação/ CBMMG)
Uma residência localizada na Rua Manoel Marques, no Bairro Alfredo Freire, em Uberaba, no Triângulo Mineiro, pegou fogo no início da tarde desta quarta-feira (23). Segundo o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), a suspeita é que o incêndio tenha sido criminoso. 

Por volta das 13h a central de atendimento dos bombeiros recebeu um chamado urgente solicitando a presença de uma das equipes para apagar o fogo que atingia uma habitação, em uma área periférica da cidade. Minutos depois, os socorristas chegaram ao local indicado. 

Segundo relatos da proprietária da residência, a filha, que também é moradora, colocou fogo na casa, pegou o filho e saiu de carro. Os motivos não foram informados. 

A estrutura da casa ficou comprometida e, por isso, ela foi interditada(foto: Divulgação/ CBMMG)
A estrutura da casa ficou comprometida e, por isso, ela foi interditada (foto: Divulgação/ CBMMG)
Após conter as chamas, os bombeiros realizaram buscas em todos os cômodos e móveis para identificar possíveis novos focos de incêndio. A estrutura da casa ficou abalada e, por essa razão, ela foi interditada. 
 
Os bombeiros confirmaram que o incêndio foi criminoso. 
 

Fumaça


De acordo com os militares, na casa ao lado, a vizinha inalou muita fumaça quando estava tentando retirar sua filha recém-nascida e um filho excepcional de dentro da residência. Porém, ela só conseguiu deixar o imóvel com segurança com a ajuda de um vizinho. 

A mulher foi atendida pela equipe de bombeiros e está em observação. Ela foi orientada, está consciente e saturando bem. Os filhos não sofreram nenhum tipo de lesão e estão sob os cuidados do vizinho. 

Estragos


Ainda de acordo com os bombeiros, a habitação possui dois pavimentos. Por ela ter padrão construtivo bastante modesto, as chamas atingiram o forro de PVC. Já as fuligens poluíram as paredes, o teto e todo o térreo. 

Além disso, as chamas também causaram trincas e rachaduras nas paredes. A casa não possui uma estrutura de alto nível técnico, pois é notória a ausência de pilares em pontos importantes para sustentação. 

A Defesa Civil municipal foi acionada para a continuidade da ocorrência. 

O Corpo de Bombeiros recomenda que as construções sejam feitas conforme os parâmetros técnicos e sob orientação especializada de profissionais. 
 
*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade