Publicidade

Estado de Minas REAQUECIMENTO

Aeroporto Internacional de BH deve receber 300 mil passageiros em setembro

Número representa aumento de 45% em relação a agosto, enquanto o número de voos deverá chegar a 2.800 ao longo do mês


02/09/2020 13:45 - atualizado 02/09/2020 14:07

Pelo menos 310 mil pessoas devem circular este mês pelo aeroporto internacional(foto: Divulgação/BH Airport)
Pelo menos 310 mil pessoas devem circular este mês pelo aeroporto internacional (foto: Divulgação/BH Airport)
Pelo terceiro mês consecutivo, a movimentação de passageiros e aeronaves no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na região metropolitana, vem dando sinais de reaquecimento. De acordo com a BH Airport, que administra o espaço, estão sendo esperados em setembro cerca de 310 mil passageiros, um crescimento de 45% em relação a agosto, que registrou 240 mil passageiros.

Somente no período entre 4 e 8 de setembro, que abrange a movimentação para o feriado da Independência do Brasil, o aeroporto deve receber um fluxo de 50 mil passageiros, o que representa aproximadamente 15% do movimento esperado para todo o mês.

Após o início da pandemia, em março, o número de passageiros despencou. Em abril, apenas 32,7 mil pessoas circularam pelo aeroporto, cerca de 10% do fluxo esperado para este mês. Em relação ao número de voos deverá chegar a 2.800 em setembro, 40% a mais do que foi operado no mês anterior.  

O setor de aviação segue em busca de uma retomada gradativa e segura para passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária. No terminal, são colocadas em prática todas as orientações das autoridades de saúde e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para que as pessoas se sintam seguras para circular pelo aeroporto, bem como para voar. Na avaliação de Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, a aviação segue como o meio de transporte mais higiênico, rápido e seguro que existe.  

Movimentação de passageiros vem crescendo de maneira expressiva desde julho(foto: Divulgação/BH Airport)
Movimentação de passageiros vem crescendo de maneira expressiva desde julho (foto: Divulgação/BH Airport)
“No Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, estamos tomando todas as medidas necessárias para combater e prevenir a doença. Isso se reflete em mais confiança das pessoas e no aumento da demanda por voos. Este mês, novamente, teremos alta no fluxo de pessoas e de operações. O feriado de 7 de setembro, certamente, contribui para que possamos alcançar a marca de 300 mil passageiros no mês e sabemos que temos um caminho a percorrer para alcançarmos os patamares anteriores à pandemia da Covid-19”, ressalta. 

Antes da pandemia, cerca de 30 mil pessoas circulavam diariamente pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte e em torno de 300 voos eram operados por dia entre pousos e decolagens. Eram oferecidos voos para 45 destinos, sendo cinco internacionais (Orlando, Fort Lauderdale, Buenos Aires, Panamá e Portugal). 

Atualmente, o aeroporto conta com operações para 24 destinos, sendo um internacional. Em setembro, três mercados foram adicionados aos destinos servidos no terminal:  Barreiras (BA), Carajás (PA) e Fortaleza (CE). Até agosto, eram oferecidos voos para: Curitiba (PR), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Montes Claros (MG), Santos Dumont (RJ), São Luis (MA), Uberlândia (MG), Campinas (SP), Vitoria (VIX), Belém (PA), Porto Seguro (BA), Recife (PE), Salvador (BA), Galeão (RJ) e o internacional Lisboa (Portugal). 
 
De acordo com Clayton, há negociações constantes com as companhias aéreas para ampliar os destinos oferecidos no aeroporto. “Já tivemos retornos de voos importantes, como a retomada da TAP, e estamos empenhados em ampliar cada vez mais as conexões de Minas com o Brasil e o restante do mundo”, destaca.

Ações de combate à COVID-19 

No intuito de evitar aglomerações e ampliar a segurança, a concessionária do aeroporto reforça a recomendação de somente se dirigir ao terminal os passageiros e os profissionais da comunidade aeroportuária. Além disso, para circular no terminal é preciso estar de máscara. 

Há dispensers de álcool em gel em todo o aeroporto, barreiras de proteção nos locais de atendimento aos usuários e adesivos informativos para piso, assentos, banheiros e elevadores. Com apoio do exército, uma equipe foi capacitada para atuar na descontaminação e higienização de áreas de grande circulação. Entre as demais medidas já adotadas para o combate à disseminação da COVID-19, também foram reforçadas a limpeza e a desinfecção das áreas comuns de todo o aeroporto, especialmente dos banheiros.  

O aeroporto também laçou uma campanha de comunicação no intuito de conscientizar passageiros, visitantes e a comunidade aeroportuária sobre a necessidade de higienização das mãos, de manter o distanciamento, isolamento de assentos, uso de máscara e demais atitudes que podem garantir a saúde e segurança de todos.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade