Publicidade

Estado de Minas SUL DE MINAS

Varginha: PM reformado é preso suspeito de abusar sexualmente de duas sobrinhas

Prisão aconteceu após denúncia anônima; Suspeito negou as acusações e foi levado para o Batalhão da PM


24/08/2020 14:15 - atualizado 24/08/2020 14:59

PM reformado foi ouvido na Delegacia da Polícia Civil de Varginha(foto: Google Strret View)
PM reformado foi ouvido na Delegacia da Polícia Civil de Varginha (foto: Google Strret View)
Um policial militar reformado de Varginha, no Sul de Minas, foi preso na manhã desta segunda-feira (24) suspeito de abusar sexualmente de duas sobrinhas. De acordo com a Polícia Civil, a investigação começou há alguns meses e o suspeito, de 65 anos, foi preso em casa.

 

“Nós iniciamos as investigações através de uma requisição do Ministério Público, que recebeu uma denúncia anônima informando que o militar reformado teria abusado de uma sobrinha e também teria imagens de uma criança nua. Inclusive, estaria exibindo para vizinhos e amigos”, explica a delegada Geny Rodrigues Azevedo.

 

Uma das vítimas tem 18 anos e contou para a polícia que os abusos aconteceram quando ela tinha 8 anos. “Ela disse que, na época, não morava em Varginha, mas vinha passar férias na casa do suspeito. A outra vítima tem 12 anos. Não podemos conversar mais com criança em razão da lei. Ela foi atendida pelo Conselho Tutelar e lá, ela confirmou o abuso”, diz delegada.

 

Em julho deste ano, a polícia esteve na casa do idoso, mas ele não foi encontrado. “Nós cumprimos mandado de busca e apreensão na casa dele. Nada ilícito foi localizado, porém aprofundamos as investigações e localizamos as vítimas”, relata Geny Azevedo.

 

Segundo a defesa do suspeito, a prisão pegou a todos de surpresa e o cliente nega todas as acusações. “Está tudo no começo e ainda não tivemos total acesso ao processo. Ele ainda não tinha sido chamado para ser ouvido, só no momento da prisão. Até agora, são só denúncias unilaterais. Ele não confessou nada”, afirma Wander Pereira Ferreira, advogado do PM reformado.

 

Ainda de acordo com a polícia, o idoso foi encaminhado para o Batalhão da Polícia Militar de Varginha e está à disposição da Justiça. “Em razão das denúncias, nós representamos a prisão preventiva dele e foi deferida pelo poder judiciário”, finaliza.

 

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade