Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Foco de surto da COVID-19, asilo de Unaí tem 104 casos confirmados e 18 mortes

De acordo com a entidade, 44 moradores e 20 colaboradores já estão curados. Outros três idosos seguem internados no Hospital Municipal


21/08/2020 16:35 - atualizado 21/08/2020 19:12

Ao todo, 18 idosos morreram no asilo vítimas da COVID-19(foto: Reprodução/Google StreetView)
Ao todo, 18 idosos morreram no asilo vítimas da COVID-19 (foto: Reprodução/Google StreetView)
O Abrigo Frei Anselmo, em Unaí, a 590 km de Belo Horizonte, confirmou, nesta sexta-feira (21), que mais três internos morreram vítimas do novo coronavírus (Sars-Cov-2), na semana passada. Desde o primeiro caso da doença na entidade, foram registrados 104 casos e 18 mortes.

De acordo com o comunicado oficial divulgado pelo asilo, Francisco da Silva, de 59 anos, Maria Izaura Alves e Alvelino Antônio de Oliveira, ambos de 90 anos, morreram após contraírem a doença. O primeiro, entretanto, também apresentava diagnóstico para Alzheimer e doença senil. 

Ainda segundo o abrigo, até o momento, 78 idosos e 26 funcionários foram contaminados pela COVID-19, mas, destes, 44 moradores e 20 colaboradores já estão curados. Três idosos ainda permanecem internados no Hospital Municipal de Unaí (HMU). 

Surto no asilo

De acordo com a primeira nota divulgada pela unidade de acolhimento, o primeiro infectado seria um cuidador que foi acompanhante de uma idosa internada no Hospital Municipal de Unaí. No mesmo quarto, havia uma senhora que testou positivo para a doença dias depois. 

A idosa ficou internada no hospital por mais de 10 dias, acompanhada pela assistente. Após ter um contato próximo com a outra mulher infectada, a cuidadora apresentou sintomas gripais e logo foi afastada pela equipe do asilo. Em 29 de junho, ela testou positivo para a doença. 

Após essa colaboradora ter se infectado, outros funcionários e idosos tiveram a doença – resultando em um surto de COVID-19 no asilo. Na ocasião, a unidade tinha 100 moradores e 52 funcionários. 

Nos dias 16, 17 e 20 de julho, a diretoria da instituição de acolhimento realizou uma testagem nos internos e funcionários ligados ao asilo. O resultado dos exames, que saíram em 25 do mesmo mês, apontou para 82 casos positivos – sendo 65 idosos e 17 funcionários. 

De acordo com a diretoria do Abrigo Frei Anselmo, foi criado uma ala de isolamento dentro da instituição para prestar cuidados aos idosos com diagnóstico positivo. Ainda segundo a direção, aqueles que necessitam de internação são encaminhados ao Hospital Municipal. 

COVID-19 em Unaí

Unaí registrou, até à tarde dessa quinta-feira (20), 1.710 casos confirmados da doença, sendo que 35 terminaram em morte. Já se recuperaram 1.420 pessoas. 

Segundo o boletim epidemiológico da prefeitura, 7.693 pessoas já notificaram a Secretaria Municipal de Saúde sobre a possibilidade de terem contraído a COVID-19.
 
*Estagiário sob supervisão de Álvaro Duarte


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade