Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

CDL volta a criticar PBH sobre reabertura do comércio

Segundo presidente da entidade, não há motivos para o setor continuar fechado


18/08/2020 21:57 - atualizado 18/08/2020 22:25

Segunda fase de reabertura do comércio no Centro de BH(foto: Leandro Couri/EM/DA.Press)
Segunda fase de reabertura do comércio no Centro de BH (foto: Leandro Couri/EM/DA.Press)
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) voltou a cobrar da prefeitura de BH a reabertura do comércio. A entidade ressalta que os critérios definidos pela própria prefeitura da cidade permitem a reabertura. A CDL ainda afirmou não ter sido convidada para a reunião que ocorreu na tarde desta terça-feira (18) entre a PBH e entidades do comércio.

A CDL relembra que o processo de reabertura foi estruturado com base na análise dos indicadores epidemiológicos e, também, na ocupação de leitos. Portanto,  de acordo com a entidade, não há motivos para o comércio continuar fechado.

“A partir da semana passada, a Prefeitura adotou uma medida que já deveria ter sido tomada há três meses, que é incluir no cálculo de ocupação de leitos aqueles da rede complementar. Isso permitiu a redução contínua do índice de ocupação. Já a taxa de transmissão por infectado hoje está em 1,0, ou seja, no nível amarelo, bem inferior aos 1,09 do dia 22 de maio, quando houve a primeira fase da reabertura do comércio. É uma incoerência colocar a culpa agora na taxa de transmissão”, afirmou o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.





receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade