Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Bairro Santa Cruz se torna epicentro das mortes por COVID-19 em BH; veja a lista

Prefeitura já registrou quatro óbitos na localidade, a maior quantidade da capital mineira. No total, 121 vidas perdidas e 2.364 casos estão georreferenciados pelo Executivo municipal


postado em 01/07/2020 20:01 / atualizado em 02/07/2020 07:33

 

O Santa Cruz, na Região Nordeste de Belo Horizonte, lidera o número de mortes por COVID-19 entre os bairros de Belo Horizonte: quatro óbitos registrados. O dado faz parte do boletim epidemiológico publicado pela prefeitura nesta quarta-feira (1º).

 

No total, a Secretaria Municipal de Saúde já georreferenciou 121 mortes (84% do total) e 2.364 casos (36% do total). Depois do Santa Cruz, cinco bairros computam três mortes cada: Alto Vera Cruz e Pompéia, na Região Leste; Lindéia, no Barreiro; Pindorama, no Noroeste da cidade; e Piratininga, em Venda Nova.

 

São 324 bairros com ao menos um diagnóstico da COVID-19. Aquele com mais casos é o Lourdes, no Centro-Sul de BH: 65 casos não graves (síndrome gripal) e cinco graves (síndrome respiratória aguda grave) – 70 no total.

 

Belo Horizonte registra 144 mortes por COVID-19, sendo que 121 delas já foram georreferenciadas por bairro(foto: Jair Amaral/EM/D.A Press )
Belo Horizonte registra 144 mortes por COVID-19, sendo que 121 delas já foram georreferenciadas por bairro (foto: Jair Amaral/EM/D.A Press )
 

 

Na sequência, aparecem Buritis (Oeste), com 60 pacientes com a doença; Belvedere (Cento-Sul), com 50 diagnósticos; Gutierrez (Oeste), com 43; e Serra (Centro-Sul), com 42.

 

Considerando-se apenas os casos graves, dois aglomerados se destacam: o Alto Vera Cruz, com 14 casos de síndrome respiratória aguda grave; e a Cabana do Pai Tomás (Oeste), com 13. Gutierrez e Mantiqueira (Venda Nova) registram, cada um, 10 quadros clínicos mais complicados da enfermidade.

 

Regionais e perfil

 

Ainda no boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira, a Prefeitura de BH trouxe um novo consolidado de mortes por região. Apesar de não apresentar os bairros de todas as 144 pessoas que morreram por COVID-19 na capital mineira, a Saúde municipal já informa em quais regionais esses óbitos aconteceram.

 

Neste âmbito, o Nordeste de BH lidera o número de mortes: 21. Na sequência, aparece Venda Nova, com 19; Noroeste, com 18; e Leste, com 16.

 

A região com menos vidas perdidas é a Norte: 11. Essa mesma regional é aquela com menos casos na cidade: apenas 124 dos 2.364 georreferenciados.

 

A maioria dos diagnósticos está concentrada no Centro-Sul de BH: 553. Percentualmente, essa regional registra 23,3% das infecções pelo novo coronavírus na capital.

 

As 144 mortes pela doença em BH estão divididas igualmente entre os sexos: 72 homens e 72 mulheres. Todos esses pacientes apresentavam ao menos uma comorbidade, sendo 107 idosos, 73 cardiopatas e 53 diabéticos.  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade