Publicidade

Estado de Minas Comemoração na quarentena

Aniversareata: menino ganha festa em carreata no Anchieta; veja vídeo

Os pais resolveram preparar a surpresa para o pequeno Math, que completa 11 anos nesta segunda-feira, Dia de São Pedro


28/06/2020 13:28 - atualizado 28/06/2020 15:07

(foto: Arquivo pessoal)
(foto: Arquivo pessoal)

 

O pequeno Math completa 11 anos nesta segunda-feira (29), "no Dia de São Pedro, esse santo tão legal". A comemoração, no entanto, foi neste domingo e de uma forma que o menino jamais imaginaria. Por volta das 10h30, ele foi surpreendido com uma carreata, com direito a carros enfeitados e muitos balões.  De máscaras, ao sair na porta de casa, o menino não acreditou no que estava vendo e começou a chorar com a "aniversareata".

 

 

A ideia de fazer a carreata foi da mãe, a comerciante Luíza Péret de Assis Campos, de 30.  "Participei de um 'charreata' nesta quarentena, há um tempo, e fiquei com sensação muito boa. Troca de energia muito boa e gostosa. Então, pensei em adaptar para aniversareata", conta. 

 

A família está em quarentena há 90 dias e teve que reforçar ainda mais o isolamento social já que Matheus ganhou um irmãozinho, o João, de 4 meses.  "Estamos sem sair de casa", conta Luíza. Ela lembra que o filho estava triste por ter que passar o aniversário no meio da pandemia, mas tudo mudou.  

 

O pai de Math, o empresário Igor Caramatti, e a mãe enviaram o convite para a família e amigos e o link para um vídeo com imagens de uma carreata para servir de inspiração. "Ele é canceriano. Então, ficou muito emocionado. Chorou durante todo o tempo", conta Igor.

 

O menino gostou da iniciativa, por ser uma forma segura de comemorar o aniversário. "Estamos ficando em casa todos os dias. Tem um bebê, melhor ele não pegar. Então, foi um jeito de ninguém pegar o coronavírus e comemorar também", completou.

 

Foi muito bom. Não esperava por isso. A carreata me pegou de surpresa. Eu chorei. Foi muita gente. Recebi um carinho muito grande. Até meus amigos de escola. Foi muito legal para mim

Matheus Péret Camaratti

 

Da parte do pai, participaram os avós e tios. Da parte da mãe, avôs, tios e primos. Também vieram os colegas de escola.  E todo o protocolo foi mantido. Nos carros, álcool em gel. A mãe do menino com um borrifador para receber os presentes que foram trazidos.

 

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade