Publicidade

Estado de Minas 'CHÁRREATA DE FRALDA'

Marido faz 'chárreata de fralda' surpresa para esposa no bairro Candelária, em BH

Amigos, familiares, vizinhos e até desconhecidos distribuiriam fraldas e lenço umedecido ao casal


postado em 21/06/2020 21:04 / atualizado em 21/06/2020 22:56

'Chárreata de fralda' no bairro Candelária, em Belo Horizonte(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
'Chárreata de fralda' no bairro Candelária, em Belo Horizonte (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
A manhã deste domingo ficou marcada por um gesto de carinho de amigos, familiares e vizinhos de um casal de Belo Horizonte. O policial militar Thiago Augusto promoveu, em segredo da esposa, a esteticista Rafaela Ferreira, grávida de sete meses, uma “chárreata de fralda”, um chá de fralda em carreata no bairro Candelária, na região do Venda Nova.

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)


Segundo Thiago, de 35 anos, uma amiga do casal, Patrícia Bernardes, foi quem deu a ideia. Ela viu uma reportagem em que um grupo do exterior fez algo parecido e sugeriu a ele. “Ela falou que não queria deixar passar esse momento tão especial em branco. Foi então que ela deu a ideia, há dois meses”, contou.

De acordo com o policial militar, antes de colocar a ideia em prática, ele ficou na expectativa do fim da pandemia do novo coronavírus para que pudesse fazer o chá de fraldas com os amigos e familiares. Como os números da doença no Brasil não param de crescer, ele achou mais prudente fazer a carreata para a esposa e evitar uma aglomeração de pessoas.

Previamente, Thiago combinou de os participantes se encontrarem de carro na avenida próxima ao prédio do casal. Ele desceu com a esposa e a convenceu a ir até a porta do condomínio. Foi quando os amigos passaram com os veículos enfeitados com balões. Os participantes ainda ganharam uma lembrança da “chárreata”.

“O mais bacana foi a interação, não só dos amigos e vizinhos, mas de pessoas que nem conhecemos. Pessoas do prédio da frente que estavam tirando fotos, batendo palmas, buzinaço de vários veículos”, explicou Thiago.

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)


A ideia foi tão bem sucedida que outros carros aderiram ao movimento, tantos que Thiago até perdeu a conta. “Eu parei de contar em 40 veículos. Na verdade, foram muito mais”, comentou. “Pessoas que eu nem conheço estavam entregando fraldas, lencinho umedecido”, completou. 

Rafaela, de 29 anos, grávida de sete meses de Sarah, disse ter ficado muito surpresa com o gesto dos amigos e familiares em um momento tão delicado como o atual. “Me senti muito querida, muito especial. Senti que minha filha está sendo amparada por várias pessoas, que gostam da gente. Cada carro que passava eu via o olhar de felicidade da pessoa por estar ali comigo, me deixou muito alegre mesmo”, explicou.

(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A. Press)


O casal tem outra filha, a pequena Sophia, de dois anos. Segundo a esteticista, a presença de pessoas queridas na carreata mostra que, mesmo distantes por conta do isolamento social, muitos zelam por ela, as filhas e o marido.

“A gente grávida, nesse momento, se sente muito sozinha. Ali, eu pude ver que não estou sozinha. Por mais que as pessoas estejam distantes, eu posso contar com vários amigos e até pessoas que não conheço, que estavam lá para me apoiar nesse momento tão especial na vida de uma mulher e de uma família”, disse.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade