Publicidade

Estado de Minas VIOLÊNCIA

Homens suspeitos de espancar mulher e jogá-la no Rio Arrudas são presos em BH

Suspeitos alegam que um traficante teria agredido gravemente a vítima e ordenado que eles dessem cabo do corpo


postado em 29/05/2020 12:18 / atualizado em 29/05/2020 12:48

(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 23/05/2017)
(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 23/05/2017)
Agentes da Polícia Civil de Minas Gerais, em conjunto com a Polícia Militar do estado, conseguiram localizar e prender em flagrante na noite dessa quinta-feira (28), dois homens suspeitos de participação em uma tentativa de homicídio que ocorreu na madrugada do mesmo dia. Eles foram flagrados por câmeras jogando uma mulher desacordada dentro do Rio Arrudas, na Avenida Tereza Cristina, Bairro Calafate, na Região Oeste de Belo Horizonte. Um terceiro envolvido ainda não foi localizado.

Segundo os suspeitos, um traficante que atua no aglomerado Vila Calafate teria agredido gravemente a vítima e depois deixado a mulher, de 33 anos, desacordada, em um carrinho de material reciclável.

De acordo com os detidos, as agressões teriam começado por que a vítima, que é usuária de drogas, teria roubado entorpecentes que haviam sido escondidos por traficantes na região.

O suposto traficante ordenou então que os suspeitos descem cabo no corpo da vítima. De acordo com eles, por medo de represálias, decidiram obedecer e levaram a mulher dentro do carrinho para às margens do rio, onde arremessaram a vítima ainda com vida. Em seguida, os três homens fugiram.

Um pedestre que viu a mulher sendo jogada no Ribeirão Arrudas acionou militares que estavam em uma viatura nas proximidades. A vítima foi localizada e socorrida muito machucada para o Hospital João XXIII, onde passou por uma cirurgia na madrugada desta sexta-feira (29). Ela segue internada em estado grave.

Os suspeitos, que assim como a vítima estão em situação de rua, foram localizados em um ferro velho da comunidade. Um terceiro envolvido, ainda está sendo procurado
 
A Polícia Civil ainda não encerrou as investigações e deve seguir apurando a veracidade das informações dadas pelos suspeitos, que confessaram ter participado do crime, mas negaram envolvimento na agressão.

Os detidos podem responder por tentativa de homicídio qualificado. Os dois já têm passagens por furto e roubo. Um deles também tem passagem por tráfico de drogas. Já a vítima tem passagem por crime de extorsão. 
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade