Publicidade

Estado de Minas

Idoso é condenado a mais de 61 anos de prisão por estuprar netos em BH

Avó das crianças, que tinham entre 4 e 10 anos na época do crime, também foi condenada por omissão. Estupros ocorriam na Região Noroeste de BH


postado em 29/05/2020 08:02 / atualizado em 29/05/2020 08:39

Avô que abusava de netos foi condenado a mais de 61 anos de reclusão(foto: TJMG/ Reprodução)
Avô que abusava de netos foi condenado a mais de 61 anos de reclusão (foto: TJMG/ Reprodução)
Um idoso de 75 anos foi condenado a mais de 61 anos de prisão por estuprar três netos, entre 4 e 10 anos de idade. Os crimes ocorreram entre 2011 a 2018 na Região Noroeste da capital mineira. A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Belo Horizonte (TJMG) nessa quinta-feira.

O homem ameçava as crianças. Uma das netas revelou que o avô dizia que ela não deveria contar nada a ninguém, senão entraria em depressão e morreria. Para outra, dizia que a mãe morreria caso a menina relatasse os fatos a alguém e, no intuito de garantir seu silêncio, oferecia balas e sorvete a ela. Em relação ao neto, ele o ameaçava de morte.

O avô está em prisão domiciliar, devido à precariedade de sua saúde, e deverá continuar preso durante a fase de recurso. 

A avó - responsável por cuidar das crianças e que não denunciou os estupros - também foi condenada. A senhora tem 73 anos e teve pena estipulada de 40 anos por omissão. À ela, foi concedido o direito de recorrer em liberdade. 

A decisão é da juíza Marixa Fabiane Lopes Rodrigues, da Vara Especializada em Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Vecca). 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade