Publicidade

Estado de Minas

Marido se salva, mas mulher morre em capotamento de caminhão

Caminhão perdeu os freios e capotou, ficando por cima da mulher de 54 anos, que morreu após ser resgatada pelos bombeiros


postado em 23/05/2020 11:32 / atualizado em 23/05/2020 12:28

Caminhão capotou matando a mulher e ferindo o marido(foto: CBMMG)
Caminhão capotou matando a mulher e ferindo o marido (foto: CBMMG)
O capotamento de um caminhão na Rodovia MG-129 (Rodovia Estrada Real) resultou na morte da esposa do condutor, que saiu ferido, na tarde desta sexta-feira, em Ouro Branco, na Região central do estado. O acidente ocorreu na altura do KM-179 e equipes dop Corpo de Bombeiros Militar de minas Gerais e populares tentaram retirar a mulher de baixo do veículo e a socorrer, mas ela acabou morrendo.

Segundo o condutor, de 64 anos, que não teve o nome divulgado, por volta de meio-dia, o senhor percebeu que o sistema de freios não estava funcionando e na altura do KM-183 o veículo começou a acelerar demais, até que ele perdeu o controle numa curva muito fechada quatro quilômetros depois.

O veículo capotou e o senhor foi encontrado pelo CBMMG do lado de fora dos destroços. Debaixo do veículo estava a mulher dele, Rosa Moreira, de 54 anos. Populares tentaram erguer o caminhão capotado para a libertar. "Com o uso de um macaco hidráulico, os militares conseguiram efetuar a elevação do veículo, retirando a vítima que se encontrava politraumatizada e sem pulso. Ela foi entregue aos cuidados de uma equipe do SAMU que, apesar de efetuar várias tentativas de reanimá-la, não tiveram êxito. Ela teve seu óbito confirmado no local", informou a corporação.

Bombeiros e populares tentaram erguer o caminhão para remover a v´tima que estava debaixo do veículo(foto: CBMMG)
Bombeiros e populares tentaram erguer o caminhão para remover a v´tima que estava debaixo do veículo (foto: CBMMG)
O condutor queixava-se de dores nas costelas e suspeita de fratura, sendo conduzido ao Hospital Raimundo Campos, em Ouro Branco. A vítima fatal foi encaminhada ao IML de Conselheiro Lafaiete. Houve também o apoio de um guincho que ficou responsável por retirar o veículo da pista. Os bombeiros precisaram espalhar serragem na pista para evitar novos acidentes por causa do óleo derramado pelo veículo.A aeronave Arcanjo foi acionada e compareceu no local, porém não foi necessária a utilização do recurso aéreo.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade