Publicidade

Estado de Minas

Coronavírus: homem é conduzido em flagrante por promover festa em boate

Caso ocorreu na ''Boate Colombo'', em Patrocínio. 15 pessoas estavam no local. Responsável, de 26 anos, foi conduzido pela Polícia Civil


postado em 25/04/2020 16:44

Na noite de ontem, diversos carros estavam estacionados na porta. População fez a denúncia (foto: Polícia Civil de Minas Gerais/ divulgação )
Na noite de ontem, diversos carros estavam estacionados na porta. População fez a denúncia (foto: Polícia Civil de Minas Gerais/ divulgação )
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) conduziu um homem de 26 anos por promover uma festa, em Patrocínio, na Região do Alto Paranaíba, na noite dessa sexta-feira. O homem vai responder pelo artigo 268 do Código Penal por infringir determinação do poder público - destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

Após denúncias feitas pela população que passava pelo local, uma equipe da Polícia Civil foi até o endereço do suspeito a fim de averiguar denúncias relativas a uma possível desobediência ao decreto municipal 3.677/2020, publicado pela Prefeitura Municipal de Patrocínio.

Questionado pela polícia, o homem alegou que estava "apenas estava no interior da boate reunido com 15 amigos, sem fins lucrativos". As informações foram repassadas pela delegada Camila Fajioli.

O homem não abriu a porta, mas confirmou que todas elas faziam uso de bebida alcoólica. Não havia ventilação no local. "Ele confirmou que as pessoas chegavam, entravam em contato com ele pelo celular e podiam entrar na boate", informou a polícia.

Pena


O homem foi encaminhado para a Delegacia de Patrocínio, ouvido e liberado. A delegada explicou que o homem vai responder pelo artigo 268 do Código Penal, que é infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

"A lei prevê uma pena de detenção de um mês a um ano, e multa. Isso significa que é um crime de menor potencial ofensivo, portanto foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)", disse a delegada.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade